insignificante
Wednesday, August 31, 2022
 

 O porquinho, verdadeiro, mealheiro!

que com outra ganadaria justifica, faz e justifica, o Montado.


Labels: ,

 
 

 le temps des cerises ne vient plus....

esta de um amigo que se afastou com a voragem do tempo, mas que continua presente, Augusto Mota.


Labels: ,

 
Tuesday, August 30, 2022
 

 As Festas, a Fêra, se mantêm e se continua e com ela um povo que vive.

Ontem assisti a uma das melhores corridas aqui:

toiros muito bons e de peso adequado para a praça, investiam sem tréguas. Os dois matadores estiveram muito bem, salvo uma pequena hesitação da Rocio. Pena os bandarilheiros ficarem melhor num asilo de poltronoria (os que acompanhavam a Rocio!) que numa praça, tal o medo que tinham ao bicho..

A corrida tem que ser melhor preparada e não se percebe o que a Força, portuguesa e espanhola está lá a fazer se não há qualquer respeito pelos artistas. E não é porque costuma ser assim que tem que ser.


Labels: , , ,

 
  Le déserteur

Pois isto contra o Zelenkismo/Putinismo!!!!

Labels: , ,

 
Thursday, August 25, 2022
 

 



Labels: ,

 
 

 Uma biografia, completíssima e cara, de um dos nossos maiores. Um mergulho na sua vida, e construção de ideologia, Gorz/Bousquet/Horst é um dos artífices da ecologia política, um filosofo de excepção, e um militante de primeira água.

Um livro para ler e reler e desmascarar os que procuram reduzi-lo a uma só dimensão. Tenho diversas bíblias suas, desde logo os "Adieux au Prolétariat" e "Ecologie et Politique", obras de referência e que o passar do tempo tem vindo a confirmar. 

Um homem que encontramos numa miríade de relações, com outros dos nossos ou próximos, e que continua sempre com autonomia de pensamento.

Um gigante.

O livro chega ao fim com momentos muito pessoais, o amor de Dorine e o suicídio dos dois, não sem antes passar em revista os seus últimos contributos para o pensamento, que continua vivo.

Interessante a sua abordagem, fugaz é certo, do numérico.


Labels: , ,

 
Wednesday, August 24, 2022
 

 Novamente aqui trago uns mapas notáveis:

https://unchartedterritories.tomaspueyo.com/p/a-brief-history-of-portugal

já o texto oferece-me algumas reticências.

Labels: , ,

 
Tuesday, August 23, 2022
 

 É tempo de leituras, que em jovem passava à sombra das bananeiras......

nunca gostei de bananas, não do sabor dessas em síntese. Hoje lemos à sombra de outros e outras, mas a leitura é o único bálsamo que ainda nos permite sonhar....


Labels:

 
Monday, August 22, 2022
 

 Regressado de mais uma temporada nas ilhas da Macaronésia, desta vez em Lanzarote, não resisti enquanto não tive em mão este:

que tive que pedir ao meu querido amigo Chema para me encomendar de Madrid, que as livrarias que frequento não o conseguiam obter....

Pois, como tinha referência, é um documento de grande utilidade, organizado em 48 fichas de trabalho, ou melhor de espécies integradas em diferentes momentos do ano, e com humor e conhecimento nos vão sendo dadas, e com simpáticos desenhos a acompanhar.

Um livro que nos remete para Darwin e a evolução das espécies, particularmente registada nestas ilhas!

E no final apresenta-nos uma extensa bibliografia sobre a Biodiversidade, sobretudo insular!

Labels: , , ,

 
Sunday, August 21, 2022
 

 Gosto muito de Cabo Verde ( já estive em todas as ilhas habitadas!), sou um adepto de Charles Darwin, e considero-me um anti-racista primário (radicalmente contra qualquer forma desse). Cultivo alguma história por isso é com deleite que venho aconselhar este, simpático e agradável livro.



Labels: , ,

 
Saturday, August 20, 2022
 

 Aproxima-se a Feira do Livro, onde irei estar na Colibri no dia 31 a partir das 17 horas (até ás 20).

Tenho em armazém 8 dos cerca de 15 livros aqui:

https://www.wook.pt/autor/antonio-eloy/20873

que vendo a preço de saldo. Quem quiser ou apareça dia 31.

Labels: ,

 
Friday, August 19, 2022
  Tripla Documentários: Jazz & Blues | Sextas, de 12 a 26 Agosto | TVCine ...

Hoje vi o 2º programa deste excelente documentário!

A história do Jazz são várias histórias. Let's jazz!

Labels:

 
Thursday, August 18, 2022
 

 Um livro que desiludiu. Salvo o 1º capítulo, sobre solo, com uma análise exaustiva deste (s) entramos na ficção e nalgum delírio, embora creia que no que se refere aos sistema de agro-pastorícia de Inglaterra haja muito para aproveitar, mas além de ideias e propostas altamente confusas e dados cujo rigor me parece francamente contestável, e aqui e ali observações sobre territórios que manifestamente desconhece assim como o regresso cíclico a buchas sobre, a favor d/a nuclear completamente errados e a despropósito, sem qualquer sentido ou realidade tornam este espesso livro, um verdadeiro tijolo e  dão mostra que é um jornalista de "partido",  com outros elementos mal cozinhados em defesa do animalismo.

finalmente a defesa da comida sintética,,,,,, é um verdadeiro disparate, mencionando desde logo um aumento de 11% do consumo eléctrico.....resolvido com a fraude dos SMRs

Labels: ,

 
Wednesday, August 17, 2022
 

 Fomos ver o:

que recomendo sem reservas, lamentando que só esteja numa sala (cheia) e num só horário, e ainda por cima mal sinalizado no cinecartaz.

Gostei muito, mas preferia ver sem ser dobrado para português numa voz melíflua  e irritante e julgo que com alguns erros de tradução. É um filme excelente e quase sem erros do ponto de vista científico.

Felizmente houve algum comentário no final que assinalou que não são só os insectos e vírus que acabam com as árvores, sobreiros e azinheiras (e porque razão o ICNF não deixa derrubar árvores atingidas  que assim podem desenvolver os ditos e passá-los, como referiu uma senhora no debate?), nem as alterações climáticas que vão acabando com o montado (que é um erro comparar com a savana africana, o montado é uma construção do homem na paisagem! e a savana, pois é savana....)

Alguém lembrou que uma área de montado maior do que a devastada pelos incêndios da serra da Estrela foi destruída, directa e indirectamente, pela inútil barragem de Alqueva, hoje em vias de se transformar, também pela própria lógica de regadio intensivo num pré-deserto, onde o solo já praticamente não existe! e que também o montado de Boticas a Alcalaboza é zona cobiçada por toda a espécie de extractivismos, que destróiem, poderão destruir áreas imensas, os solos, a dehesa e o montado e acabam, ou acabarão com a pouca água que ainda resta.

GRT também foi lembrado, um defensor emérito do montado e das actividades humanas que o fizeram, a ganadaria do bravo, o fruto da azinheira (o porco ibérico) e a transumância, que aparecem no filme mas a sua ligação ao montado de que são elementos constituintes só é abordada de passagem (notável a sequência da ovelha a ser comida por abutres).

Essas observações não sejam lidas como demérito do filme, que é excelente, mas como contributo para outro, que aborde as questões políticas que não podem ficar debaixo do tapete. 

Estranhei, mas percebo a opção, não ver dois dos grandes mamíferos do montado, o javali que prolifera tornando-se uma praga porque exterminámos o lobo, seu predador, e hoje só com batidas o conseguimos controlar e rentabilizar. Claro o lobo não é um gatinho....


Labels: , ,

 
 

 Vivemos atulhados por notícias falsas, más interpretações e manipulações grosseiras. Parece que o verdadeiro jornalismo está manietado por editorias ao serviço do interesses do dono, disto tudo, ou pelo menos do que é proprietário do meio, tenho denunciado a CNN por, sem a mínima subtileza, estar ao serviço do piorio (a dona é a General Electric que é proprietária de talvez 80 nucleares!), mas os outros ou são de capitais financeiros ou supermercados ou de outros interesses parasitas, e galinhas (que são a grande praga ambiental dos nossos dias!).

Aqui, e recomendo a inscrição, gratuita, todos os dias enviamos as verdadeiras notícias e fazemos comentário adequado:

https://obseribericoenergia.pt/index.php

temos que romper o silêncio de chumbo em que nos querem submergir.

Labels: , ,

 
Tuesday, August 16, 2022
 

 Uns mapas notáveis e alguma escorreiteza que também faz a história:

https://unchartedterritories.tomaspueyo.com/p/a-brief-history-of-spain


Labels: ,

 
 


 

Labels:

 
 

Não a mais aeroportos!

Ontem fui ver, com um querido amigo, uma localização, possível e sem demasiados ónus ambientais para um novo aeroporto.

Perto de Bombel, julgo que na freguesia do Poceirão, uma zona já devastada por plantações continuas de eucaliptos, e completamente degradada.

Infraestruturas próximas e um local que é de facto muito melhor que qualquer dos outros considerados, o Montijo desde logo já está afundado e Alcochete é pouco melhor.

Julgo que poderia ser considerado se não tivéssemos já um aeroporto pronto, só necessitando de melhores infraestruturas ferroviárias e outras de apoio, em Beja. Um verdadeiro estudo estratégico deveria integrar todos estes elementos e uma projecção para a diminuição do tráfego aéreo.


 

Labels: , ,

 
Monday, August 15, 2022
 

 Ainda vi, com os meus próprios olhos e apesar do aviso...., gente a tomar banho nas águas ruças da mina de S.Domingos dizendo que .... curava doenças de .... pele!


 talvez, talvez, ficassem mesmo... sem pele!

por cá anunciavam águas como radioactivas ( e o são, mas residualmente e sem causar problemas!).

Hoje nem sequer falar nisso.....



Labels: ,

 
Sunday, August 14, 2022
 

 Um verdadeiro herói! Léon Campion!

https://fr.wikipedia.org/wiki/L%C3%A9o_Campion


Labels: ,

 
 

 Hoje foi, mais um, dia de nimas. Uma fita de memórias de outros tempos que recordamos ou inventamos. Marcel Pagnol leva-nos de regresso a muitos passados, num filme (mal traduzido) delicioso, que nos mostra a infância e a transição, a ruralidade e a vigarice, a vida e o apagamento.

uns bons momentos de sotaque e presente, divertido


Labels: ,

 
 

 Leitura de manhã de Domingo:

https://legrandcontinent.eu/es/2022/08/08/lisboa-es-mi-ultimo-amor-el-mas-contundente-una-conversacion-con-alberto-manguel/

e ilustração, a ver o rio:



Labels: , ,

 
Friday, August 12, 2022
  Meridianum Ensemble - '100 Ulls' by Efrén López

Na Fábrica da Pólvora, em Barcarena não chegámos aos 200 para ouvir um delicioso concerto de Efren López e mais 3 músicos de grande qualidade.

aqui em duas fotos

e aqui noutro registo:

Labels: ,

 
 

 "Um sopro e recuperaria o verso, as palavras no silêncio. Que belas são assim livres, conscientes da sua fugacidade, despreocupadas com a sua qualidade, de alguém que as julgue."

Um livro de um peregrino nas palavras e no silêncio que é o tempo onde as abandonamos ou recuperamos.

4 locais em vias de deixar de o ser onde a memória é passado e futuro.

 
                           Um livro iluminado por haikus e por Florbela Espanca, entre outros poemas.
 E neste a descoberta de Christian Bobin.... que compulsarei

 

Labels: , ,

 
 

      No rio um

Com a sombra de um

Segue a vida, inesperada.


Labels: ,

 
 

 Um artigo de sapiência, com um forte abraço ao nosso Jorge Paiva!



Labels: ,

 
Thursday, August 11, 2022
 

                                  Esta a Lua Cheia deste mês de Agosto, vista da minha janela:



Labels: ,

 
 

 
 – e terminarei agradecendo ao International Research Institute of Columbia, graças ao qual, posso, enfim, me exprimir. Isso permitirá uma maior aproximação entre alguns de nós e vocês, humanos. Poderemos, assim, trabalhar juntos com maior eficácia para continuar nosso combate contra as Forças do Mal. Não falo apenas das pulgas, mas também dos gatos e outras raças prejudiciais
 
Morreu hoje, não se pode reduzir ao Petit Nicolas......

 

Labels: ,

 
 

 Não me venham dizer que sou alarmista quando falo de colapso!

é isto que temos debaixo dos olhos. E o fogo lavra, sem controle, há uma semana nas serras.....


Labels: ,

 
Wednesday, August 10, 2022
  Montado, O Bosque do Lince Ibérico | Trailer

 

Um filme em cartaz, a não perder!


Labels: ,

 
Tuesday, August 09, 2022
 

 Fui com todo o gosto a Ferrel, desta vez para a apresentação de dois livros do meu querido amigo Joaquim Jorge, um homem bom, um homem maior da sua terra.

A sessão foi, tenho que o referir notável, com uma organização até ao improviso impecável, até ao improviso inesperado se encaixou na estrutura desta sessão, com cerca de 100 amigos do Joaquim, não há quem não seja amigo deste grande senhor que aos quase 82 anos carrega uma energia física e espiritual de um jovem ou menos idoso.

Aqui mencionei o seu livro magnus sobre Ferrel, ora é um pequeno bolinho, muito completo sem deixar brancas, sobre o Baleal que nos apresenta. Obra imprescindível para os baleaeiros e para os que gostam da designada praia mais bonita de Portugal.

foi também apresentado um livro de quadras e septetos onde o mestre nos remete para o poeta António Aleixo, com um burrilar perfeito das ditas, com outro tom desde logo, menos ironicos e com maior religiosidade, em muitos dos poemas. Lembrei as métricas que à conta da menina dos sete olhos nos impunham na primária, num magro tributo que prestei a este Homem, in loco.

Depois de jantar estivemos a beber um copo e a conversar, de memórias do passado para o futuro, e recebi uma sentida dedicatória que conservarei na alma. 

E merece menção a Raquel Hermínio que esteve presente e mais, também passado e futuro, neste evento.

P.S.

e não resisto a trazer aqui este poema aos burros, que muito admiro.



Labels: , , ,

 
 

É um livro caro e denso, também pesado, não só pelo tijolo de 470 páginas mas pelos meandros onde nos conduz a trama, épica.

demorei a lê-lo talvez pela vontade de o agarrar e continuar, é um livro difícil de deixar e quando chega ao fim é uma libertação de tal forma somos arrastados por ele.

Nada mais tenho a dizer, notável.


Labels: , ,

 
Monday, August 08, 2022
 

 Estava a propósito deste,

cartaz, que me remete para outros naifs, em busca de algum registo do meu amigo Hipólito Clemente quando encontrei este:

https://tradicao.files.wordpress.com/2011/02/michel-giacometti1981-cancioneiro-popular-portugues.pdf

excelente livro, onde ele colaborou. Aqui fica e o convite para a exposição acima.

Labels: , , ,

 
Sunday, August 07, 2022
 

 Hoje foi dia de nimas, e de um filme notável, cheio de matéria para reflexão, os valores, a nação, a fidelidade, os princípios entre outros temas para discussão, num filme que também deixa questões no ar no próprio enredo, que nos remetem para outros filmes.

num tempo em que é cada vez mais raro algum filme de qualidade e de alguma projecção que saia do domínio do neo-imperialismo hollywoodesco e primário este só posso recomendar, totalmente.

Um filme para uma tertúlia sobre as guerras....


Labels: ,

 
Saturday, August 06, 2022
 

 Erros e disparates

 Na Pro-Tejo temos tido algum debate sobre aeroportos.

Não há nada pior que não reconhecer os erros.

A entidade tomou, por proposta minha, uma posição clara: Montijo não, e não se pronunciou sobre nenhuma outra opção. Defendemos uma Avaliação Ambiental Estratégica apropriada, que obviamente terá que considerar todas as opções, entre as quais nem mais um aeroporto, temos suficientes, Beja e bases (9, 9! ) da Força Aérea, e a redução dos voos e mesmo o fim das low costs, que estão associadas à maior praga que nos invade, o turismo de massa destrutivo do território e da sustentabilidade. Menos aviões (e alteração dos paradigmas, e mais comboios) é desde logo o ponto central.


É essa a posição ecologista, na linha de uma organização notável a ATerra, que se envolve em acções não violentas de desobediência civil.

É a posição que já defendi em artigo no Público há cerca de 3 anos e que vem fazendo caminho.

Admito, por escolástica, discutir um aeroporto, mais um é certo, na zona de Vendas Novas, mas teria que ser num quadro global e ibérico que julgo longe de existir.

Manifestei a minha total oposição ao envolvimento da Pro-Tejo no apoio a uma organização que defende um aeroporto para Alcochete (que é quase, quase tão mau como o do Montijo) sem qualquer debate interno, e sou surpreendido por depois das minhas críticas ainda virem dar algum apoio a um aeroporto (morto e enterrado por ser um completo desastre ambiental e em termos de tráfego aéreo) na Ota, defendido por um grupo que também defende a nuclear (FAPAS), e recordo de ter estado enquanto dirigente dessa em luta contra esse.

Curioso que os actuais defensores de Alcochete já foram extremes defensores da OTA (diz-me por onde anda o guito!), participei numa reunião da Vereação de Lisboa onde o (ex) director do LNEG até teve um puxão de orelhas do Presidente Costa por não responder (insultar!) às questões que lhe coloquei. Hoje é um arauto de Alcochete....

Pois relevante falta de orientação política, no caso, talvez por sair do âmbito onde tem excelente trabalho, a Pro-Tejo apoiou ontem Alcochete e hoje a Ota, mesmo que não tenha sido oficialmente.....

Tenho que dar-lhes um puxão de orelhas.

A posição ecologista é

1-  1-menos, muito menos aviões

2-   2-Esperar por uma avaliação ambiental estratégica em condições e global

3-   3- Não embarcar, não embarcar mesmo em atordoadas (mesmo quando disfarçadas como sendo contra o Montijo, mas com o rabo de fora) em favor de Alcochete ou na miserável posição que procura ressuscitar a defunta Ota (nem Mao quando escreveu "como Yukong removeu montanhas" se atreveria a tal, pois a Ota teria que ter um monte.... removido, e Mao era só retórica!).

A Pro-Tejo que tem um trabalho notável que partilho não merecia ser sujeita a esta golpada de baixo nível, em relação à qual penso que só houve abuso da sua (nossa) ingenuidade.

A luta contra o Montijo e mais aeroportos em geral é base do nosso munús. E não há nuclear bom!

Labels: , ,

 
 

 Fogo, da Babelia de hoje:

Otro fin del mundo es posible, de Javier Rodríguez Marcos

Pregunta: El fuego devora tu casa y solo te puedes llevar una cosa, ¿qué salvarías?

Respuesta de Jean Cocteau: Salvaría el fuego.

Bien. Es claramente la respuesta de un poeta, mejor dicho, de un poeta con dinero. Y, sobre todo, una respuesta en frío. Basada en una hipótesis. En caliente, nunca mejor dicho, resultaría poco creíble. Pero funciona como cita, ¿no? De hecho, el escritor y cineasta Guillermo Arriaga la utilizó en la novela con la que ganó el premio Alfaguara en 2020, titulada, precisamente, Salvar el fuego. La respuesta en caliente la dio la gente evacuada de sus casas en cualquiera de los muchos incendios de este verano. O los evacuados durante la erupción del volcán de la Palma.

Y vamos entrando en materia, porque en los volcanes, en los rayos (uno fue el causante del incendio de Las Hurdes este julio) y en otros fenómenos naturales estaba el origen de los incendios cuando el ser humano no era ni siquiera un proyecto sobre la Tierra. El fuego como fenómeno tiene 400 millones de años, recuerda el geólogo británico Andrew C. Scott en Planeta en llamas. La historia del fuego a través del tiempo (traducido por Victoria Eugenia Gordo del rey para Galaxia Gutenberg). El propio Scott señala que todavía hoy, cambio climático incluido, más de la mitad de los grandes fuegos tienen un origen natural. Nosotros se lo ponemos más fácil, pero las llamas no nos necesitan para nada. Estaban antes que nosotros y seguirán aquí cuando nos hayamos -esa es la palabra- extinguido. ¿Cuándo? No lo sabemos. ¿Cómo? Depende de todos, todas, todes. Como nos recuerda Jorge Riechmann: “Otro fin del mundo es posible”.

La ocurrencia de Cocteau tiene una variación en la que el escritor no elige lo que salvaría en el incendio de su casa sino en el incendio de un museo. Una pregunta parecida es la que trata de responder la estadounidense Linda Pastan en su poema ‘Ética’.

ÉTICA

Hace muchos años en clase de ética
nuestro profesor nos preguntaba cada otoño:
¿si se prendiera el fuego en un museo
qué es lo que salvaríais, una pintura de Rembrandt
o una anciana a la que de todos modos
no iban a quedarle muchos
años de vida? Impacientes en las duras sillas
nos preocupaban poco los cuadros o la vejez,
optábamos un año por la vida, al siguiente por el arte
y siempre con poco entusiasmo. A veces
la mujer adoptaba el rostro de mi abuela
dejando por una vez la cocina para recorrer
algún museo inhóspito y solo a medias imaginado.
Un año, creyendo ser ingeniosa, respondí
¿por qué no dejar que decida la anciana?
Linda, explicó el profesor, evita
la carga de la responsabilidad.
Este otoño, casi anciana yo misma,
estoy en un museo real
frente a un verdadero Rembrandt. Dentro del marco
los colores son más oscuros que el otoño,
más oscuros aún que el invierno -los ocres de la tierra,
aunque los elementos más brillantes arden
a través del lienzo. Ahora sé que la mujer,
la pintura y la estación son casi una sola cosa
y todas más allá de la salvación de los niños.

(Linda Pastan. Traducción de Rosa Lentini y Jonio González en Esperando mi vida. Ediciones Igitur)

 

Labels: , ,

 
Friday, August 05, 2022
 

 Entre uma ida a Zafra e uma caminhada pelas terras cobiçadas pela ganância internacional, ganância de extractivismo em Cortegana tive tempo de ler mais este:

em alza, também de preço, justo. Além dos temas de capa, resguardado pelo enfoque um artigo sobre sexo. entre orquídeas.


Labels: ,

 
 

 Hoje surgem novos dados sobre o ditador Zelensky, tão idolatrado por pessoas unilaterais:

https://www.amnesty.org/es/location/europe-and-central-asia/ukraine/

esta tem meses e já diz tudo. Na guerra não há bons e maus, há maior ou menor responsabilidade.

Temos que defender a paz, o cessar fogo, a não violência como resposta geo-estratégica a uma guerra infame, alimentada por todos os fósseis e os seus aliados militares, de todos os lados.

Temos que dizer não a Putin e a Zelenszky, e aos "milhafres" que os alimentam.

P.S.

Leio com a maior das surpresas, ou não, a ex-maoista e actual sionista, Esther Mucznik, varrer o Holocausto para debaixo do tapete em nome de uma putativa solidariedade com o ditador Zelenszky.

Minha estimada amiga há coisas que nunca, nunca se devem fazer e o Holocausto não pode ser, em circunstância nenhuma, ser desvalorizado.

Labels: , ,

 
Wednesday, August 03, 2022
 

 Hoje fui supreendido pela igreja de Zafra aberta.

É linda e tem estas preciosidades nos altares (aliás todos eles são notáveis!, além da talha dourada!)

esta é das Senhoras mais poderosas de que me recordo!

e este o primeiro jerico que vejo num altar. Inch Allah!


Labels: ,

 
Tuesday, August 02, 2022
 

 #Um viaje por la Raya#

o aconcelhei hoje a um que vive em Barcelona no Emigrante, em Encinasola (que não aparece no livro, nem Fregenal, nem tantos outros locais nesta raya), irá comprá-lo. Vale a pena.


mas é um livro que, pois podia, podia ser um livro excelente, mas dados muitos, muitos erros, alguns até parecem brincadeiras, dado muitas coisas (restaurantes) que já só são memória (de tal não há que responsabilizar o autor) e não existem, dadas alguns falhas resultante de deficiente informação, todas estas falhas e erros decorrem da ausência de editor, o que nos mostra, eu o sei, o papel importante e mesmo fundamental do editor, a aconselhar, a sugerir, a corrigir.

Mas esse lado negativo, que deixa uma nódoa logo no inicio do livro vai-se apagando com o andar da carruagem (o capítulo sobre os comboios salvo o dito acima, é de grande interesse).

Notável, embora falte no meu entendimento mais cultura gastronómica, o rol de pratos de cada restaurante, embora uma análise em enquadramento fosse preferível, assim como pequenas descobertas, sobre as quais ficamos com dúvidas se não terão um grão de invenção.....

Também curiosa a abordagem das falas, que ocorrem ao longo da fronteira, mas mais uma vez falhou ao não distinguir umas das outras e as suas origens, embora aflore o tema.

Também a analise, superficial dos templos religiosos suscita interesse, assim como a referência a outros templos que são as praças de toiros, que infelizmente, até o forcão, são abordados pela rama, sem ligações entre a cultura e a terra e também a gastronomia.

Um livro de 420 páginas que andará comigo, no carro, para saber onde vale a pena parar, onde comer (se ainda existir!?) e que foi um prazer ler, mesmo com as garatujas que o encheram, de notações e correcções.

Um livro que podia ser excelente.... poderia....

Labels: , ,

 
Monday, August 01, 2022
 

 Contra as fronteiras, marchar, marchar....

será novamente título, em que voltarei a esta ponte:

ao lado de uma nova que faz a ligação do que nunca se deveria ter desunido, a Ibéria.

Desta ponte restam os destroços e uma história de teimosia.....

depois de artigo sobre Lanzarote voltarei a este tema, da viagem pela Raya, que nunca existiu.....



Labels: , ,

 
 

 

e
este ano com novos grafismos mas continua a alma do povo a perpetuar-se.

Labels: ,

 
civetta.buho@gmail.com

ARCHIVES
06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 09/01/2005 - 10/01/2005 / 10/01/2005 - 11/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 12/01/2005 - 01/01/2006 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 06/01/2006 - 07/01/2006 / 07/01/2006 - 08/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 11/01/2007 - 12/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 01/01/2008 - 02/01/2008 / 02/01/2008 - 03/01/2008 / 03/01/2008 - 04/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 07/01/2008 - 08/01/2008 / 08/01/2008 - 09/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 10/01/2008 - 11/01/2008 / 11/01/2008 - 12/01/2008 / 12/01/2008 - 01/01/2009 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 03/01/2009 - 04/01/2009 / 04/01/2009 - 05/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 06/01/2009 - 07/01/2009 / 07/01/2009 - 08/01/2009 / 08/01/2009 - 09/01/2009 / 09/01/2009 - 10/01/2009 / 10/01/2009 - 11/01/2009 / 11/01/2009 - 12/01/2009 / 12/01/2009 - 01/01/2010 / 01/01/2010 - 02/01/2010 / 02/01/2010 - 03/01/2010 / 03/01/2010 - 04/01/2010 / 04/01/2010 - 05/01/2010 / 05/01/2010 - 06/01/2010 / 06/01/2010 - 07/01/2010 / 07/01/2010 - 08/01/2010 / 08/01/2010 - 09/01/2010 / 09/01/2010 - 10/01/2010 / 10/01/2010 - 11/01/2010 / 11/01/2010 - 12/01/2010 / 12/01/2010 - 01/01/2011 / 01/01/2011 - 02/01/2011 / 02/01/2011 - 03/01/2011 / 03/01/2011 - 04/01/2011 / 04/01/2011 - 05/01/2011 / 05/01/2011 - 06/01/2011 / 06/01/2011 - 07/01/2011 / 07/01/2011 - 08/01/2011 / 08/01/2011 - 09/01/2011 / 09/01/2011 - 10/01/2011 / 10/01/2011 - 11/01/2011 / 11/01/2011 - 12/01/2011 / 12/01/2011 - 01/01/2012 / 01/01/2012 - 02/01/2012 / 02/01/2012 - 03/01/2012 / 03/01/2012 - 04/01/2012 / 04/01/2012 - 05/01/2012 / 05/01/2012 - 06/01/2012 / 06/01/2012 - 07/01/2012 / 07/01/2012 - 08/01/2012 / 08/01/2012 - 09/01/2012 / 09/01/2012 - 10/01/2012 / 10/01/2012 - 11/01/2012 / 11/01/2012 - 12/01/2012 / 12/01/2012 - 01/01/2013 / 01/01/2013 - 02/01/2013 / 02/01/2013 - 03/01/2013 / 03/01/2013 - 04/01/2013 / 04/01/2013 - 05/01/2013 / 05/01/2013 - 06/01/2013 / 06/01/2013 - 07/01/2013 / 07/01/2013 - 08/01/2013 / 08/01/2013 - 09/01/2013 / 09/01/2013 - 10/01/2013 / 10/01/2013 - 11/01/2013 / 11/01/2013 - 12/01/2013 / 12/01/2013 - 01/01/2014 / 01/01/2014 - 02/01/2014 / 02/01/2014 - 03/01/2014 / 03/01/2014 - 04/01/2014 / 04/01/2014 - 05/01/2014 / 05/01/2014 - 06/01/2014 / 06/01/2014 - 07/01/2014 / 07/01/2014 - 08/01/2014 / 08/01/2014 - 09/01/2014 / 09/01/2014 - 10/01/2014 / 10/01/2014 - 11/01/2014 / 11/01/2014 - 12/01/2014 / 12/01/2014 - 01/01/2015 / 01/01/2015 - 02/01/2015 / 02/01/2015 - 03/01/2015 / 03/01/2015 - 04/01/2015 / 04/01/2015 - 05/01/2015 / 05/01/2015 - 06/01/2015 / 06/01/2015 - 07/01/2015 / 07/01/2015 - 08/01/2015 / 08/01/2015 - 09/01/2015 / 09/01/2015 - 10/01/2015 / 10/01/2015 - 11/01/2015 / 11/01/2015 - 12/01/2015 / 12/01/2015 - 01/01/2016 / 01/01/2016 - 02/01/2016 / 02/01/2016 - 03/01/2016 / 03/01/2016 - 04/01/2016 / 04/01/2016 - 05/01/2016 / 05/01/2016 - 06/01/2016 / 06/01/2016 - 07/01/2016 / 07/01/2016 - 08/01/2016 / 08/01/2016 - 09/01/2016 / 09/01/2016 - 10/01/2016 / 10/01/2016 - 11/01/2016 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 / 12/01/2017 - 01/01/2018 / 01/01/2018 - 02/01/2018 / 02/01/2018 - 03/01/2018 / 03/01/2018 - 04/01/2018 / 04/01/2018 - 05/01/2018 / 05/01/2018 - 06/01/2018 / 06/01/2018 - 07/01/2018 / 07/01/2018 - 08/01/2018 / 08/01/2018 - 09/01/2018 / 09/01/2018 - 10/01/2018 / 10/01/2018 - 11/01/2018 / 11/01/2018 - 12/01/2018 / 12/01/2018 - 01/01/2019 / 01/01/2019 - 02/01/2019 / 02/01/2019 - 03/01/2019 / 03/01/2019 - 04/01/2019 / 04/01/2019 - 05/01/2019 / 05/01/2019 - 06/01/2019 / 06/01/2019 - 07/01/2019 / 07/01/2019 - 08/01/2019 / 08/01/2019 - 09/01/2019 / 09/01/2019 - 10/01/2019 / 10/01/2019 - 11/01/2019 / 11/01/2019 - 12/01/2019 / 12/01/2019 - 01/01/2020 / 01/01/2020 - 02/01/2020 / 02/01/2020 - 03/01/2020 / 03/01/2020 - 04/01/2020 / 04/01/2020 - 05/01/2020 / 05/01/2020 - 06/01/2020 / 06/01/2020 - 07/01/2020 / 07/01/2020 - 08/01/2020 / 08/01/2020 - 09/01/2020 / 09/01/2020 - 10/01/2020 / 10/01/2020 - 11/01/2020 / 11/01/2020 - 12/01/2020 / 12/01/2020 - 01/01/2021 / 01/01/2021 - 02/01/2021 / 02/01/2021 - 03/01/2021 / 03/01/2021 - 04/01/2021 / 04/01/2021 - 05/01/2021 / 05/01/2021 - 06/01/2021 / 06/01/2021 - 07/01/2021 / 07/01/2021 - 08/01/2021 / 08/01/2021 - 09/01/2021 / 09/01/2021 - 10/01/2021 / 10/01/2021 - 11/01/2021 / 11/01/2021 - 12/01/2021 / 12/01/2021 - 01/01/2022 / 01/01/2022 - 02/01/2022 / 02/01/2022 - 03/01/2022 / 03/01/2022 - 04/01/2022 / 04/01/2022 - 05/01/2022 / 05/01/2022 - 06/01/2022 / 06/01/2022 - 07/01/2022 / 07/01/2022 - 08/01/2022 / 08/01/2022 - 09/01/2022 / 09/01/2022 - 10/01/2022 / 10/01/2022 - 11/01/2022 /


Powered by Blogger