insignificante
Tuesday, June 30, 2020
 
Reabre:
https://www.dn.pt/mundo/casa-botin-o-restaurante-mais-antigo-do-mundo-reabre-quarta-feira-12368562.html
tudo muda para que o que é importante siga!
E infelizmente estes, muitos deles e a sua modernização é só fumo:

Labels: , ,

 
 
Carta aberta à cidadania e ao Primeiro Ministro!:
http://carmoeatrindade.blogspot.com/search/label/cidadania
não podemos ficar parados quando esta gente se prepara para repetir a dose.
Em vez de turismo de qualidade lá vem as falsas manadas por aí fora.
Em vez de sustentabilidade no território lá se propõem esburracar tudo, aqui, ali e acolá, sem estudos nem objectivos.
Em vez de desenvolver a inteligência e os espaços de cidade na cidade lá voltam os carros, carrinhos e carrões. Transportes públicos e ecológicos só com binoculo ( e ainda se queixam!).
Em vez de defenderem a acalmia dos voos voltam a esbanjar o nosso e destruir um espaço europeu protegido, no Montijo.
Em vez de desenvolverem um plano de incremento e apoio à micro-geração e abrir mais espaços e financiamentos para as renováveis continuam nas miragens e nem se vê um comentário quando Almaraz, pela 3ª vez em 15 dias falha, as duas centrais e agora sem... sem que se saiba porquê falhou e teve que parar!
A nossa agricultura continua de penates e a floresta, bom quando não é a ignisilva é maltratrada sem dó nem piedade.
E poderíamos ir por aí fora.
Muito, muito mais haveria para dizer, mas esta carta está uma preciosidade!

Labels: ,

 
Monday, June 29, 2020
 
Acabei a leitura, com agrado, do Writen World, que me recordou o momento triste em que descobri a enorme ignorância de funcionários, responsáveis ou melhor ir..., do Ministério da Educação, e obviamente de quem mandava neles.
A descoberta de livros e escritura maia, não era do seu conhecimento embora esteja referenciada há mais de cem anos. Essa e outras bordoadas, muitas e asneiras grosseiras desse pessoal voltaram-me aos tempos em que queriam corrigir (certamente porque prejudicava a pátria!) textos da Amnistia Internacional.
Um bando de ignorantes, que não pode ser despedido por incompetência.
Em viagem começo uma leitura, leve, mas profunda...
comentarei no outro blog!

Labels: ,

 
Saturday, June 27, 2020
 

Labels: ,

 
Friday, June 26, 2020
 
Tem sido uns tempos ocupados, a pensar, a ler, a discutir, a projectar, a conversar.
Estou neste momento, e finalmente tenho ou 8 ou 9 livros para ler...
e estou mergulhado num muito envolvente e culto:
já li 6 capítulos, os mais densos e vou-me iluminando com as luzes sobre o processo de criação da escrita, do pensamento. E assim fazemos história e construímos vidas.

Labels: , ,

 
Thursday, June 25, 2020
 
Ganda cabeça de abóbora!


sem desprimor para o original!

Labels:

 
Monday, June 22, 2020
 
A ironia e o sarcasmo directos ao alvo valem mais que mil, muitas mil palavras!
temos que tomar essa. E gritar!

Labels: ,

 
Saturday, June 20, 2020
  Amalia-Barco Negro

Labels: ,

 
Friday, June 19, 2020
 
Talvez este olhar
de que li um terço me esteja a deixar muito realista sobre a "grandeza de Portugal" que os três estarrolas querem tornar grande outra vez....a ele voltarei...*
mas de facto em França há talvez 8 ou 10 revistas com este gabarito e todas elas cheias de grandes referências e cultores de grande qualidade...
em Portugal liderados pelos tais "chutamos para canto", são escassas, muito escassas as revistas socio-culturais e nenhuma, nenhuma, nem nenhum jornal cultural nacional, lisível.
*
aqui:
http://carmoeatrindade.blogspot.com/search/label/Outro%20Olhar

Labels: , ,

 
Tuesday, June 16, 2020
 
A anta da Candeeira e o seu buraco da alma, onde algum monge tentou afastar os espíritos....
https://portugaldelesales.pt/os-eremitas-que-moldaram-serra-dossa/
perto dessa o verdadeiro Convento... com estórias de encantar.
Perto também o destroço de S.Gens, símbolo de que por aqui houve, e há, muito paganismo....

 esta a capela, o mesmo buraco....
e o mesmo fundo....
 este não é o menir do Obélix, mas a capela é a de S.Gens....

Labels: , ,

 
Sunday, June 14, 2020
 
São dois conceitos gémeos Crescimento e Decrescimento, os dois baseados na mesma lógica de análise do produto, o que é um perfeito disparate. Há alguns teoricos interessantes dos 2 lados. No decréscimo, infelizmente além do infatigável Latouche os outros ou não tem qualidade ou são falsamente agregados a um conceito com que não tem nada a ver ou inclusivé execram, Ilitch, Gorz, Bookchin, e tantos tantos outros.
Mas é um conceito, o do decrescimento que poderia ser útil, mas não nestes preparos:
gastei 4.60€ por uma completa inutilidade, que nem nos meus piores tempos fazia uma coisa tão mal enjorcada, textos ilizíveis, sem um mínimo de qualidade gráfica e parecem escritos para o Luta Popular, dogmáticos, alienados, sem qualquer lógica ou senso, e sem produzirem qualquer efeito.
Claro que no meio desta desgraça há um ou outro texto interessante ( de facto um e uma nota de leitura). É pouco, não é nada.
Uma autêntica:
                                                          Nave de Loucos, J.Bosch

Labels: , ,

 
Friday, June 12, 2020
 
Bordejamos a ditadura.
O totalitarismo da limpeza, da higiene, da demência instalada e veiculada por todos, quase todos os canais de informação.
Tudo o que é demais rebenta, e vamos assistir ao estrondo dos diques da insanidade que a coberto deste vírus se têm, com cumplicidades generalizadas, e com a ajuda dos negacionistas, os trumps e os bolsas, se têm vindo a instalar e que corroem os alicerces do sistema democrático.
As liberdades estão em risco, o Estado policial vai subtilmente ganhando terreno, com a ajuda dos missionários, os locutores das televisões e a praga de epidemiologistas (alguns não todos!) que saíram debaixo de terra, cada um a dizer a sua coisa, mas todos servis do mesmo Estado sem lei nem direito.
É inconcebível o que se passa com os arrais e com os santos populares, é inconcebível o que se passa com a ausência de controle e fiscalização dos desmandos do executivo que anda à tripa-forra, e que usa todos os instrumentos, mesmo aqueles que não têm cobertura legal para criar e manter lógicas de domínio.
E não há, ou os poucos que há que resistem são amordaçados por uma ameaça que se esfumou e que só é mantida para não reconhecer os erros cometidos, não há quem levante a voz, quem procure resistir, mantendo as distâncias mas vivendo.
Estamos num país em que os moribundos arrastam os moribundos, em que cada um, ameaçado pelos vírus televisivos e da informação ou melhor da manipulação inventa novas ficções, todas elas mais proibitivas que qualquer das anteriores.
Não temos responsáveis capazes, vivemos entregues a um grupo de medíocres, de apparatchics, sem pergaminhos, sem ideias, sem capacidade de futuro.
O que vale é que ainda podemos, podemos ir desabafando, ao ar e sem mascarilha.
Nota:
Vi sem qualquer confinamento e não respeitando as mínimas distâncias sociais, aliás estavam uns em cima dos outros só não estavam em cima da Virgem, ontem e hoje em Fátima multidões, muito muito mais que no 1º de Maio ou nos Jeronimos...
Mas estavam, certamente, protegidos pelo manto da Senhora. E ainda dizem que há 2 pesos e 2 medidas

Labels:

 
Thursday, June 11, 2020
 
Em sessões públicas em Espanha já referi o meu profundo desagrado por haver ainda ruas com o nome dos maiores torcionários da guerra civil, nomeadamente alguns generais que brindavam à morte.
Também me arrepia quando nalguns locais em Portugal encontro ruas com nomes de políticos destacados do Estado Novo, políticos sem nenhuma craveira nem qualidade, e obviamente não incluo nesses Duarte Pacheco, ou António Ferro ou até Pedro Homem de Melo.
Mas sei dos maus resultados de quando se coloca a turba munda a retirar placas a esmo. Em Madrid viu-se muita, muita ignorância e tudo no mesmo saco.
O passado obviamente tem que ser ponderado mas não podemos transigir com a labrostice e a incultura. Hoje voltou a falar-se do Padre António Vieira, como todos os personagens do seu tempo tem que ser enquadrado nesse. Acho uma imbecilidade e um erro as pintadas e as grosserias insensatas de que em éfige foi vítima.
Não podemos ignorar o passado. Mas o papel do individuo na história tem múltiplos componentes.
Vi em muitos países africanos estátuas de colonialistas que estão neles integrados como momentos.
O Padre António Vieira é um marco no culto da nossa língua e um importante expoente na luta contra a Inquisição. Todos temos os nossos momentos de sombra. À sombra deverão passar uns tempos os vândalos que destruiram ou danificaram o nosso património.

Labels: ,

 
 
Hoje, num feriado que devia envergonhar a igreja católica por festejar uma patranha de todo o tamanho, no quadro das primeiras guerras de aniquilação de "heresias",  começo a leitura de um tijolo de 500 páginas, "engraçado" mas com muita incomodidade....
a ele ainda voltarei.....
Termino a leitura arrasado. Não há nada mais a dizer.Depois de Hiroxima.

Labels: , , ,

 
Wednesday, June 10, 2020
 
Predrag Matvejevitch é o autor de um dos melhores livros de sempre:
tenho-o na 1º edição portuguesa dos anos 90, esgotada há muito.
Leio, com muito prazer este:
uma compilação de escritos interligados, com laivos de auto-biografia e onde encontro um liberal-social e anti-nacionalista de alto gabarito, além de um personagem de alta cultura e identidade.
De registo algumas incursões pela história e as notáveis observações sobre a literatura jugoslava, com particular atenção a Ivo Andric e a sua famosa ponte.
Notável ainda, um mini Breviário "Adriático" assim como os textos duros e emocionantes sobre Sarajevo e Mostar.
Um pósfacio brilhante de um quase português Robert Bréchon ilumina alguns aspectos da vida de um escritor do tamanho do Mediterrâneo!!!!

Labels: , ,

 
Sunday, June 07, 2020
 
Inicio a semana com outra leitura....
muito apropriada para o momento em que não podemos deixar de pensar, e agir.

Labels: ,

 
 
Acabo hoje a leitura, parte re-leitura, deste que andava há alguns anos por aqui em espera.
Tem partes difíceis, outras exdrúxulas, mas fico feliz. sobretudo nos textos finais de várias referências da chamada deep ecology, serem totalmente em linha com o artigo que coloquei em posta anterior, e até com as menções que dado o espaço não pude aprofundar sobre a ruralidade, a defesa da ganadaria e dos rituais a ela ligados.
Notável a descrição do "palio", as corridas de cavalo de Siena (que tal como as tradições, rituais taurinos são atacadas por urbanitas e animalistas) e  a defesa das artes cinegéticas.
Há muitas e diferentes aproximações à ecologia política, e diversas perspectivas da ecologia profunda (deep), mas não há donos da verdade nem qualquer ortodoxia nestas.
Ao ler o livro ficou claro que a crítica que fiz a manifestação violenta contra os transgénicos no Algarve está em linha com as noções e os princípios destes teóricos, e na mesma linha a acção de Luther King, que seria certamente contra o vandalismo e a violência das novas lutas pelos direitos civis. Já Gandhi, bom fico feliz por, finalmente, haver (mais alguém) que o critica pelo seu sexismo e incompreensão do papel das mulheres, independente do seu enorme valor e grandeza.
Pensar como uma montanha é divertido (e a história do movimento para colocar o Pentágono a levitar, aqui só abordada "en passant", valia ser desenvolvida, mas houve quem acredita-se e gastasse uma fortuna a defendê-lo!).
Não há muitos livros em português sobre o pensamento ambiental, sua génese e filosofia, e este embora muito americo cêntrico, ignora quase totalmente o pensamento europeu assim como outras reflexões úteis para enquadrar esta prioridade.
Talvez ainda se possa encontrar nalgum alfarrabista, ou se acharem útil reencaminharei para o editor, o infatigável José Carlos Marques, que talvez o tenha em fundos de colecção.

Labels: ,

 
Thursday, June 04, 2020
 

I can’t breathe

Sempre articulei a defesa do ambiente com os direitos, todos os direitos. E a intransigência com os totalitarismos de qualquer espécie, e o combate frontal ao pensamento único, ao racismo, ao sexismo ou machismo e homofobia.

E se bem que me tenha articulado muitas vezes com defensores de barbáries, em situações tácticas  e de junção de objectivos, sempre estimei limitar a essas situações em concreto.

Na Amnistia Internacional (secção portuguesa) tive que enfrentar diversos sectores homofóbicos, que acabaram por se afastar dado esta ter assumido e bem o direito ao casamento de todos e a adopção a ele inerente.

Em grupos ecologistas, em vários, tive que enfrentar defensores da U.R.S.S. e dos seus crimes ambientais e atropelos dos direitos humanos.

Em reuniões de movimentos pela paz (soviética) fui agredido e expulso dessas por denunciar que não há paz sem direitos, todos.

Tive que defender o direito á contracepção e ao aborto, não só na Amnistia, quando esta ainda não reivindicava ainda “o meu corpo os meus direitos”, mas em partidos políticos, até de esquerda, que achavam essa questão insignificante, e nos movimentos ecologistas achavam que tal lhes era exterior, e recordo polémicas com alguns dos elementos fundadores da ecologia política em Portugal, como Afonso Cautela, sobre tal.

Defendi e defendo a legalização da “maria” e de todas, todas as drogas e a criação de um quadro legal para seu usufruto, quebrando assim com as lógicas de marginalização, prisão e morte de toxicodependentes e também com as mafias, muitas vezes articuladas com sectores na polícia, bem assim como dando expressão a culturas e lógicas de produção das plantas “proibidas” em formas ambientalmente sustentáveis.

Não há nenhuma dessas lutas em que, sempre com o mesmo grupo de amigos ou variando-os, não tenha estado envolvido.

Assim como em todos os momentos das lutas e muitas vitórias anti-nucleares em Portugal e noutros países, seja contra estruturas de produção, mineira ou de energia industrial e as suas sequelas, as armas nucleares ou  essas com resíduos enriquecidos. Sem esquecer  os resíduos nucleares da produção.

Antes de tempo defendi as renováveis (nos anos 70), quando estas não entravam nos programas, e a sustentabilidade quando esta não era usada por políticos que fazem o contrário do que dizem.

Alimentei abutres, dos verdadeiros, defendi lobos a sério e enterrei-me em zonas húmidas para protege-las, assim como defendi culturas ameaçadas por intolerâncias urbanitas e animalistas e  ainda tive tempo para sentar-me no chão várias vezes, algumas fui detido.

Estamos a viver tempos estranhos, a todos os níveis.

Corremos o enorme risco de perdermos todas as conquistas de direitos humanos, sociais, económicos e ambientais, se não nos empenharmos em alterar os paradigmas, as referências  que nos governam, por todo o lado.

Este é o maior desafio que temos pela frente. Temos que colocar o joelho no chão e levantar a cabeça.

E não hesitar em andar, andar mão na mão.  


Labels: , ,

 
Tuesday, June 02, 2020
  Verdi, "Va', pensiero" da 'Nabucco'‬

volto regularmente a esta.
não são precisas explicações.

Labels: ,

 
 
Hoje, aqui:
https://obseribericoenergia.pt/index.php
esta, num desabafo, doloroso:


(...) este lindo poema de Robinson Jeffers "The answer":

Then what is the answer?- Not to be deluded by dreams.
To know that great civilizations have broken down into violence,
and their tyrants come, many times before.
When open violence appears, to avoid it with honor or choose
the least ugly faction; these evils are essential.
To keep one's own integrity, be merciful and uncorrupted
and not wish for evil; and not be duped
By dreams of universal justice or happiness. These dreams will
not be fulfilled.
To know this, and know that however ugly the parts appear
the whole remains beautiful. A severed hand
Is an ugly thing and man dissevered from the earth and stars
and his history... for contemplation or in fact...
Often appears atrociously ugly. Integrity is wholeness,
the greatest beauty is
Organic wholeness, the wholeness of life and things, the divine beauty
of the universe. Love that, not man
Apart from that, or else you will share man's pitiful confusions,
or drown in despair when his days darken.

E lembrei-me que escrevi no jornal dos Friends Of the Earth United States "Not man Apart",
que por uma absurda querela "feminista" se viu obrigado a mudar de nome....
David Brower, querido amigo, ficou devastado.

Labels: , ,

 
civetta.buho@gmail.com

ARCHIVES
06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 09/01/2005 - 10/01/2005 / 10/01/2005 - 11/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 12/01/2005 - 01/01/2006 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 06/01/2006 - 07/01/2006 / 07/01/2006 - 08/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 11/01/2007 - 12/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 01/01/2008 - 02/01/2008 / 02/01/2008 - 03/01/2008 / 03/01/2008 - 04/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 07/01/2008 - 08/01/2008 / 08/01/2008 - 09/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 10/01/2008 - 11/01/2008 / 11/01/2008 - 12/01/2008 / 12/01/2008 - 01/01/2009 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 03/01/2009 - 04/01/2009 / 04/01/2009 - 05/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 06/01/2009 - 07/01/2009 / 07/01/2009 - 08/01/2009 / 08/01/2009 - 09/01/2009 / 09/01/2009 - 10/01/2009 / 10/01/2009 - 11/01/2009 / 11/01/2009 - 12/01/2009 / 12/01/2009 - 01/01/2010 / 01/01/2010 - 02/01/2010 / 02/01/2010 - 03/01/2010 / 03/01/2010 - 04/01/2010 / 04/01/2010 - 05/01/2010 / 05/01/2010 - 06/01/2010 / 06/01/2010 - 07/01/2010 / 07/01/2010 - 08/01/2010 / 08/01/2010 - 09/01/2010 / 09/01/2010 - 10/01/2010 / 10/01/2010 - 11/01/2010 / 11/01/2010 - 12/01/2010 / 12/01/2010 - 01/01/2011 / 01/01/2011 - 02/01/2011 / 02/01/2011 - 03/01/2011 / 03/01/2011 - 04/01/2011 / 04/01/2011 - 05/01/2011 / 05/01/2011 - 06/01/2011 / 06/01/2011 - 07/01/2011 / 07/01/2011 - 08/01/2011 / 08/01/2011 - 09/01/2011 / 09/01/2011 - 10/01/2011 / 10/01/2011 - 11/01/2011 / 11/01/2011 - 12/01/2011 / 12/01/2011 - 01/01/2012 / 01/01/2012 - 02/01/2012 / 02/01/2012 - 03/01/2012 / 03/01/2012 - 04/01/2012 / 04/01/2012 - 05/01/2012 / 05/01/2012 - 06/01/2012 / 06/01/2012 - 07/01/2012 / 07/01/2012 - 08/01/2012 / 08/01/2012 - 09/01/2012 / 09/01/2012 - 10/01/2012 / 10/01/2012 - 11/01/2012 / 11/01/2012 - 12/01/2012 / 12/01/2012 - 01/01/2013 / 01/01/2013 - 02/01/2013 / 02/01/2013 - 03/01/2013 / 03/01/2013 - 04/01/2013 / 04/01/2013 - 05/01/2013 / 05/01/2013 - 06/01/2013 / 06/01/2013 - 07/01/2013 / 07/01/2013 - 08/01/2013 / 08/01/2013 - 09/01/2013 / 09/01/2013 - 10/01/2013 / 10/01/2013 - 11/01/2013 / 11/01/2013 - 12/01/2013 / 12/01/2013 - 01/01/2014 / 01/01/2014 - 02/01/2014 / 02/01/2014 - 03/01/2014 / 03/01/2014 - 04/01/2014 / 04/01/2014 - 05/01/2014 / 05/01/2014 - 06/01/2014 / 06/01/2014 - 07/01/2014 / 07/01/2014 - 08/01/2014 / 08/01/2014 - 09/01/2014 / 09/01/2014 - 10/01/2014 / 10/01/2014 - 11/01/2014 / 11/01/2014 - 12/01/2014 / 12/01/2014 - 01/01/2015 / 01/01/2015 - 02/01/2015 / 02/01/2015 - 03/01/2015 / 03/01/2015 - 04/01/2015 / 04/01/2015 - 05/01/2015 / 05/01/2015 - 06/01/2015 / 06/01/2015 - 07/01/2015 / 07/01/2015 - 08/01/2015 / 08/01/2015 - 09/01/2015 / 09/01/2015 - 10/01/2015 / 10/01/2015 - 11/01/2015 / 11/01/2015 - 12/01/2015 / 12/01/2015 - 01/01/2016 / 01/01/2016 - 02/01/2016 / 02/01/2016 - 03/01/2016 / 03/01/2016 - 04/01/2016 / 04/01/2016 - 05/01/2016 / 05/01/2016 - 06/01/2016 / 06/01/2016 - 07/01/2016 / 07/01/2016 - 08/01/2016 / 08/01/2016 - 09/01/2016 / 09/01/2016 - 10/01/2016 / 10/01/2016 - 11/01/2016 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 / 12/01/2017 - 01/01/2018 / 01/01/2018 - 02/01/2018 / 02/01/2018 - 03/01/2018 / 03/01/2018 - 04/01/2018 / 04/01/2018 - 05/01/2018 / 05/01/2018 - 06/01/2018 / 06/01/2018 - 07/01/2018 / 07/01/2018 - 08/01/2018 / 08/01/2018 - 09/01/2018 / 09/01/2018 - 10/01/2018 / 10/01/2018 - 11/01/2018 / 11/01/2018 - 12/01/2018 / 12/01/2018 - 01/01/2019 / 01/01/2019 - 02/01/2019 / 02/01/2019 - 03/01/2019 / 03/01/2019 - 04/01/2019 / 04/01/2019 - 05/01/2019 / 05/01/2019 - 06/01/2019 / 06/01/2019 - 07/01/2019 / 07/01/2019 - 08/01/2019 / 08/01/2019 - 09/01/2019 / 09/01/2019 - 10/01/2019 / 10/01/2019 - 11/01/2019 / 11/01/2019 - 12/01/2019 / 12/01/2019 - 01/01/2020 / 01/01/2020 - 02/01/2020 / 02/01/2020 - 03/01/2020 / 03/01/2020 - 04/01/2020 / 04/01/2020 - 05/01/2020 / 05/01/2020 - 06/01/2020 / 06/01/2020 - 07/01/2020 / 07/01/2020 - 08/01/2020 / 08/01/2020 - 09/01/2020 / 09/01/2020 - 10/01/2020 / 10/01/2020 - 11/01/2020 / 11/01/2020 - 12/01/2020 / 12/01/2020 - 01/01/2021 / 01/01/2021 - 02/01/2021 / 02/01/2021 - 03/01/2021 / 03/01/2021 - 04/01/2021 / 04/01/2021 - 05/01/2021 / 05/01/2021 - 06/01/2021 / 06/01/2021 - 07/01/2021 / 07/01/2021 - 08/01/2021 / 08/01/2021 - 09/01/2021 / 09/01/2021 - 10/01/2021 /


Powered by Blogger