insignificante
Friday, October 30, 2020
 

 O Islamismo é o novo fascismo.


aliás de novo não tem nada. Como é que uma treta inventada por um gigolo analfabeto no meio de deserto chegou onde chegou? Parece o QAnon.

É claro Mafoma foi um bode expiatório para lógicas político-sociais que o ultrapassavam, e para alicerçar o poder de uma élite sedenta de mais valias, como hoje Trump serve interesses objectivos que tem que ser articulados em torno do conflito entre as relações produtivas e as forças de produção.

Trump é tão analfabeto e gigolo como Mafoma, mas os dois servem interesses e poderes.

Labels:

 
Thursday, October 29, 2020
 

 Novos piores dias se avizinham....

Poucas leituras me esperam, e parece que os poucos filmes em perspectiva ... no doc.... já ....


este é para me entreter em viagens de comboio... dois grandes, uma Arsuaga enorme no gabarito e conhecimento, o outro um mestre da escrita... que leio, desde já, com muito prazer

E com 3 ou 4 livros em espera, e dois ou três encomendados temo pela saúde mental.... mas parece que desta vez não vão fechar as livrarias.... oxalá!

Vemos a precipitação de projectos (o da TAP, porque não a fecham e criam outra de dimensão adequada? em vez de deitarem $ a um poço sem fundo? e do novo aeroporto, se os aviões já foram, os novos não vão precisar dele, são deles....mas o TGV, inútil e super dispendioso, e a falta de planeamento ferroviário) e vemos o (ir)responsável em que António Costa se transfigurou (desde a APP ao orçamento, e a incapacidade e sobranceria que revelou, dos Açores, com a derrota absoluta do P.S., a este confinamento idiota dos 3 dias, sem regras nem sanções) manifestamente em banho maria, mas contando com uma oposição do mais rasteiro e inexistente mesmo. 

E os covid, e mais 4 ou 8 anos de Trump que nos espera ou está aí....à espreita.

Labels: ,

 
Wednesday, October 28, 2020
 

 Uma grande estocada!

contra o islamismo, político e religioso, o que para eles é o mesmo. E contra os dogmatismos políticamente correctos. Viva, longa vida ao Charlie!

Labels: , , ,

 
Tuesday, October 27, 2020
 

 Sou a favor de um chumbo do Orçamento. 

Infelizmente, embora, nos últimos dias de tal se tenha falado este Orçamento é mais que números e contas, sendo que as habilidades e matreirices em relação a essas (de facto este atribui menos, muito menos guito ao S.N.S. que o do ano passado, acrescentando o suplementar) que não me cativam (as cativações são a espada em cima deste, também).

Mas um Orçamento não é só números, e eles lá estão, disfarçados para o BES/ Novo Banco, e bem à vista para o ourtro poço sem fundo que é a TAP, que devia fechar, com um plano e dando nascimento a outra mais pequena e racional. E também lá estão investimentos píblicos sem sentido ou lógica, e nem sequer estopu a referi o aeroporto do Montijo, paz à sua alma, mas o TGV Lisboa/ Porto, quando a prioridade é Lisbo Madrid e ligação por Evora a Badajoz/Sines. Construir de raiz uma linha Lisboa/Porto é não ter a mínima sobre o nosso país. O investimento necessário é (infelizmente deita-se $ à rua a melhoria (já lá vão 10 anos de obras!) do Lisboa Porto, sem outro.

O Orçamento, e saúdo o BE com quem tenho muitas críticas e divergências, por este passo corajoso a romper com o servilismo e o agachar de outros e a dar um muro na mesa. 

Embora lamente que oiça cada vez mais língua de pau nos seus dirigentes, além da simpática picareta eléctrica, que não sabem explicar-se e não são capazes de um discurso de ruptura. Continuam a abanar o rabo à espera do osso, perdoem a comparação canina, mas este também é um partido que tem o seu pior no animalismo, outra ilusão para ganhar nada e coisa nenhuma, contra o ambiente e o bom senso.

Labels: ,

 
Monday, October 26, 2020
 

 é um livro delicioso, sobre as relações, e os jardins onde estas se cultivam:

também um livro sobre o Rif marroquino, as suas lógicas sociais, o seu ritmo. Muitos nomes cientificos, para os biólogos, mas úteis para todos.

Hoje encontrei perto do centro um... medronheiro, com frutas mesmo apetitosas. Noutro dia algumas laranjeiras, deliciosas essas, cheguei lá, e há 15 dias uma romãzeira, vinhas já tinha encontrado em diversos locais. As cidades podem, também, ser jardins vivos.

Labels: ,

 
Saturday, October 24, 2020
 

 Hoje fui à Cinemateca ver um filme neo-realista, soviético. Com burros e crianças. Uma narrativa sem novidade, uma estória trivial, mas onde é possível ver os mecanismos ideológicos no seu esplendor.

Um filme, todavia, engraçado.

E também um documentário sobre uma festa popular/religiosa onde se analisam as perversões e modificações que estas acumulam, com o tempo e elementos externos que se vão acumulando, na lógica da desvirtualização de todo o seu ritual e continuidade, que a ela estão ligados.

Já assisti em muitos, muitos locais a estas situações, de pequenas alterações em pequenas alterações, de transgressões em transgressões do estabelecido, e em nome de uma suposta e também inventada tradição vão-se mantendo situações que pouco honram o tempo e o modo primevos e rituais.

Labels: , ,

 
Wednesday, October 21, 2020
 

 Vamos voltar à normalidade solar, depois de meio ano afastados do horário solar. Até quando esta absurda mudança de hora no Verão? Viva a hora de Inverno!


Labels: ,

 
Tuesday, October 20, 2020
 

 Não durmo nem com luz nem com ruídos, mas foi uma noite fantástica, choveu toda a noite...

desde antes das 7 estou a ler e no computador....

o campo está feliz. Muito necessária é, e que continua.

Labels: ,

 
Monday, October 19, 2020
 

 Fui hoje à Segurança Social entregar os papeis para ser oficialmente desempregado. Irei requerer agora o abono compensatório, mas como disse à técnica que me atendeu já estou a poupar cerca de 500 euros... e espero receber o que é de direito, agora.

Estive em Zafra a comprar produto, para os diversos prazeres, leitura, gastro, meditação, só em livros e revistas foi mais de 80 euros, 1/3 da despesa.

Amanhã espero o técnico que vem mudar o contador da electricidade, tenho tido a maior simpatia, o que nos dias de hoje é uma raridade que merece menção da EDP distribuição, pelo telefone.

Falei com o meu amigo e editor que me assegura que para Dezembro terei publicado os textos que elaborei no inicio da pandemia, sobre o, os passado,s.

Perguntam-me pela Barbara, que não chegou ainda a estas terras extremas, nem a chuva, tão necessária para as azinheiras e os seus frutos, o pata negra.

Leio 20 ou 30 mails, a maior parte inutilidades que nem respondo para não melindrar os enviantes, desde barcos limpa rios, a disparates sobre telemóveis e vacinas. Outros talvez seja levado pelo espírito do "estado" actual.

Leio jornais, em papel, e sempre uma ou outra notícia, opinião ou artigo interessante, mas também se tem que escavar e deitar fora, para a reciclagem, claro.

Procuro o artigo de Vargas Llosa de ontem, on line só para assinantes, não consigo picá-lo do papel para aqui, mas é sobre Chernobyl e a fantástica Svetlana Alexievich. Registo.

Leio alguns jornais em digital e felicito Francisco Louçã pelo estupendo artigo no Expresso, erudito e directo ao alvo necessário. Fico feliz por podermos contar com pessoas com esta craveira, pena Kronstadt... e o que daí resultou, dessa nunca se conseguiu livrar. 

Começo a estruturar um panfleto contra a ausência de movimentos sociais ambientais, politicamente independentes e empenhados sem estarem à manjedoura deste ou daquele. Sei que é terreno minado....

Talvez volte a Espanha para jantar.


Labels: ,

 
Thursday, October 15, 2020
 

 Continuo a tratar de "coisas" ligadas ao encerramento da empresa, e outras burocracias, e leio, entre caminhadas, este mesmo de bolso.


com algumas reflexões engraçadas, de um grande caminhante.

Labels: ,

 
Tuesday, October 13, 2020
  Martha Argerich play Chopin "Polonaise N°6 l'heroique"
 
 

 A polonaise de Chopin, numa magnifica interpretação!

https://youtu.be/KCSEwfqs-VM

picada do Yoga.

Labels: , , ,

 
Monday, October 12, 2020
 

 Li de Emmanuel Carrère "Limonov" um livro notável sobre um personagem que nesse parece inventado, mas que é real.

Não percebo as razões deste ter dado grande polémica em França.

Gosto de ler polémicas e este livro merece leitura e distinção, a descrição do retiro é fantástica, a maîtrise das palavras e dos seus enquadramentos agradável para um autor que se descobre a si mesmo, nas suas fraquezas.

No livro vários momentos sublimes, a definição de Yoga, por exemplo - Tenho fome, como, tenho sede, bebo. mas também o capítulo sobre os refugiados, entre outros.

No post seguinte uma referência picada deste....livro depressivo e estimulante.



Labels: , ,

 
Sunday, October 11, 2020
 

 Este já o mencionei no:

http://carmoeatrindade.blogspot.com/

mas só hoje tive tempo para acabar a leitura que tem algumas coisas novas, mas que é uma solidificação de evidências e desmascara inúmeras mentiras na "guerra às drogas", que ainda hoje, quando em numerosos países a legalização da maria já é adquirida domina algum discursos repressivo e anti-liberal.

Dados sobre Espanha, exaustivos, mas também sobre o Canadá e os EUA, assim como o Uruguai e a Colômbia especificam os diversos capítulos, com pormenores.

A legalização é imparável, a modificação do enquadramento internacional terá que ir a par, assim como do estatuto de outros produtos que reacaiem sobre o epíteto de estupefacientes.

Os interesses económicos sempre determinaram a classificação desses produtos e hoje vão liderar a luta pela regulamentação!

Labels: , ,

 
 

 Conheci a Ana Cristina há muitos anos. 

E gostei deste livro:

que me fez pensar no Colonialismo Verde que aqui recomendei. 

Conheço a ilha da Culatra que já percorri de lés a lés. Devo dizer que achei um local excepcional que o texto da Ana Cristina me faz reviver.


Labels: , ,

 
Friday, October 09, 2020
 

 Com a correcção de uma gralha que apareceu no texto do Público e um boneco a ilustrar!

Palavras vazias em letras Maiúsculas*

 

À beira da realização de uma nova cimeira ibérica, as conversas entre Portugal e Espanha não podem ficar pelo título.

Há uma pletora de assuntos e temas e de problemas que devem ser “acordados” exaustivamente.

Temos que discutir as redes, temos que articular a ideia, ideia mesmo, do hidrogénio, temos que falar da água que corre entre nós e das alterações climáticas  também. Temos que agregar os nossos territórios de baixa densidade, todo o nosso interior e a Espanha vazia, temos que discutir modos de transporte inovadores.

Mas, não podemos esquecer a nuclear que nos ameaça, não esquecemos Almaraz “y outras mas”, nem Retortillo, nem o cemitério de resíduos.

1-

E se em relação a Almaraz conforme temos explicado:

#

a) o Conselho de Segurança Nuclear (Espanha), como lhe competia, impôs uma séria de condições, alterações, constrangimentos e imposições para prolongar por 7 anos a vida das centrais,  no âmbito de uma decisão pactada de encerramento.

 b) Face a essas condições e aos custos elevados que tal implicava, algumas das empresas comunicaram que não estavam interessadas em continuar.

 c) O governo de Madrid, todavia, revelou-se implacável, no quadro da política energética do Estado e da necessidade de manter o abastecimento em base, e manter o calendário de encerramento das centrais térmicas a carvão (as empresas são as mesmas, cá dizem que são renováveis!), e nesse quadro global Almaraz já em fim de vida vai prolongar-se.

#

Esta é a situação, mas não deve o nosso governo abandonar (como abandonou em relação ao A.T.I. donde resulta, também, esta situação, como então avisámos) a pressão, num quadro global, onde é, de facto, possível encerrar as nucleares como inicialmente previsto desenvolvendo as renováveis e aumentando a eficiência. Almaraz, com os problemas que denunciámos e que, mesmo com os investimentos, continuam, deve encerrar para segurança de todos nós.  O nosso governo não pode deixar de insistir nos exercícios de emergência e de proteção em caso de acidente, porque o risco aumenta na relação anos de vida/ deterioração dos materiais.

E Portugal deve manter a exigência e responsabilizar Espanha pelo seguimento de uma central em fim de vida.

2-

É todavia em relação às minas de urânio em Retortillo, junto à fronteira e na bacia do Douro, que neste momento devemos exigir explicações.

Tivemos de enfrentar Sayago, onde as infraestruturas de uma nuclear já estavam feitas, e também Aldeavila de la Ribera, onde queriam afundar os resíduos altamente radioactivos. Ganhámos, ganharam as populações e o Douro, onde temos património da Humanidade!

Pois hoje, insidiosamente, estamos na iminência de outro desastroso empreendimento com produção  de alta acividade radioactiva.

A mineração de urânio em Retortillo a céu aberto, a escassos quilómetros da fronteira, sobre um afluente do Douro (Património!)  era muito, muito perigosa.

Esta mina só se viabiliza com uma fábrica de concentrados, de enriquecimento associada, dado o baixo teor de uranite, que implicará toneladas de rocha a ser lixiviada e com muitos químicos.

Esta geraria, no processo industrial, resíduos altamente radioactivos.  É em relação a todo o processo, mas sobretudo em relação aos subprodutos da separação e concentração que estamos preocupados, muito preocupados.

O nosso governo deve inquirir e garantir que há resposta.

Para onde irão esses resíduos? E como serão tratados? 

E onde irão ser depositados os resíduos da separação e da produção de concentrados de Retortillo? Qual é a proposta que é feita pela empresa mineira Berkeley?

Qual a segurança dessa, e o isolamento do local previsto?  Será in loco? E se for no local de mineração, onde? Onde? Nos poços? Em valas? E o isolamento? E a contaminação?

Ou serão transportados para outros locais em Espanha? Quais, onde, como?

Estas são as questões de um milhão que a empresa, de capitais financeiros, que como sabemos tem comprado isto e aquilo, mas não tem horizonte de mercado para o produto, mesmo com o processo fabril associado,  tem que responder e o governo espanhol tem que nos informar. Esta não é possível descartar!

3-

Finalmente, deve o nosso governo desde já inquirir, não nos vá, outra vez, cair-nos na sopa, o que se passa com os planos de armazenamento dos resíduos radioactivos em Espanha, depois do fracasso do cemitério nuclear de Cuenca (em terreno geologicamente instável... mas essa foi outra estória!). Quais são os planos e projectos de armazenar os resíduos, sabendo que os A.T.I. duram a vida das centrais? É um problema ibérico, sim! Os riscos e ameaças da nuclear não respeitam fronteiras. É necessário prever onde, em que condições, e qual o enquadramento para a ubicação, a instalação do cemitério final, também para os desmantelamentos. Esse cemitério terá que ser para o infinito.

E esse, também, é desconhecido.

 

*Título picado de Simone Weil

 

António Eloy (Escritor, coordenador do Observatório Ibérico Energia)

Pedro Soares (Ex-presidente da Comissão Parlamentar de Ambiente, Docente Universitário)

José Mazon (Chema) ( Filósofo, Engenheiro, responsável pela área de Energia da ADENEX)

 

 


 é que os riscos, os riscos estão, lá!

 

Labels: , ,

 
Thursday, October 08, 2020
 

 É uma questão básica, o direito a não crer, o direito à blasfémia, que é duvidar do que crêem os que crêem, e o direito a exercer esses direitos, que estão limitados na maior parte dos países do mundo.

As liberdades todas é uma reivindicação fundamental do humano.



carregar para melhor leitura, um escrito fundamental.

Labels: , ,

 
 

 É um grande auto-retrato e um excelente artigo!

http://carmoeatrindade.blogspot.com/search/label/M%C3%A1rio%20Eloy

tinha uma gralha.

Labels:

 
Monday, October 05, 2020
 

 Nada que diga não foi já dito, as palavras vão ficando erodidas e o peso da mentira é igual ao peso da verdade. Tenho lido, compulsivamente, jornais, revistas, textos vários, links, ligações a outras notícias, relatórios, posições. 

De vez em quando vejo, seleccionadamente a TV, quando não estou em casa (não tenho televisão!)

Vejo o mundo a resvalar, sem capacidade de resposta para o fundo do abismo, e penso que há muito pouco que possamos fazer. As denúncias já foram, todas, todas, feitas. e vivemos dominados por gente sem vergonha, ética ou moral, seja isso o que seja, como dizia o vilão Bronstein, dito Trotsky.

Hoje além de uma biografia, ou melhor um texto biográfico sobre Camus de grande qualidade (difundi no https://obseribericoenergia.pt ) li dois dos três capítulos deste livrinho (magnifica edição de bolso) de Simone Weil, que já tinha lido há uns anos em francês.

Em inglês soa diferente!

As palavras, os seus significados, as suas ilusões e manipulações, o seu poder. A Rainha de copas podia mandar fazer três ou quatros coisas diferentes e até contraditórias ao mesmo tempo, eram só palavras....

E com esta Trump e os seus sequazes iam passar uma longa temporada na prisa e com trabalhos forçados:


 



Labels: , ,

 
Friday, October 02, 2020
 

La nuit n’est jamais complète.
Il y a toujours puisque je le dis,
Puisque je l’affirme,
Au bout du chagrin,
une fenêtre ouverte,
une fenêtre éclairée.
Il y a toujours un rêve qui veille,
désir à combler,
faim à satisfaire,
un cœur généreux,
une main tendue,
une main ouverte,
des yeux attentifs,
une vie : la vie à se partager.

Paul Éluard

in Derniers poèmes d’amour
Poésie d’abord
Éditions Seghers


Labels: ,

 
Thursday, October 01, 2020
 

 Foi muito bonita a tomada do Libération pelo Charlie, hoje, na comemoração dos 50 anos:

o tempo passa mas o papel e os que o fizeram continuam, no nosso espírito e acção.


Labels: ,

 
 

 Reli, agora em inglês numa simpática colecção de "poche" da Penguin, este notável opúsculo de Camus:

com um argumentário importante, sobretudo hoje quando alguma "gente" volta a colocar em cima da mesa essa questão. Recordo quando já nos anos 70 a Amnistia Internacional incorporou no seu "core business" a pena de morte, a oposição a essa em todas as circunstâncias o que levou à dissoluçao de um dos grupos em Portugal.

É um tema que é base do Direito. 

Neste livro, embora com muitas justificações, fica um amargo de boca, quando no final Camus indica o procedimento para uma morte "sem dor", que continua a ser um atropelo à dignidade e à humanidade, como ele reconhece.


Labels: ,

 
civetta.buho@gmail.com

ARCHIVES
06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 09/01/2005 - 10/01/2005 / 10/01/2005 - 11/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 12/01/2005 - 01/01/2006 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 06/01/2006 - 07/01/2006 / 07/01/2006 - 08/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 11/01/2007 - 12/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 01/01/2008 - 02/01/2008 / 02/01/2008 - 03/01/2008 / 03/01/2008 - 04/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 07/01/2008 - 08/01/2008 / 08/01/2008 - 09/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 10/01/2008 - 11/01/2008 / 11/01/2008 - 12/01/2008 / 12/01/2008 - 01/01/2009 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 03/01/2009 - 04/01/2009 / 04/01/2009 - 05/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 06/01/2009 - 07/01/2009 / 07/01/2009 - 08/01/2009 / 08/01/2009 - 09/01/2009 / 09/01/2009 - 10/01/2009 / 10/01/2009 - 11/01/2009 / 11/01/2009 - 12/01/2009 / 12/01/2009 - 01/01/2010 / 01/01/2010 - 02/01/2010 / 02/01/2010 - 03/01/2010 / 03/01/2010 - 04/01/2010 / 04/01/2010 - 05/01/2010 / 05/01/2010 - 06/01/2010 / 06/01/2010 - 07/01/2010 / 07/01/2010 - 08/01/2010 / 08/01/2010 - 09/01/2010 / 09/01/2010 - 10/01/2010 / 10/01/2010 - 11/01/2010 / 11/01/2010 - 12/01/2010 / 12/01/2010 - 01/01/2011 / 01/01/2011 - 02/01/2011 / 02/01/2011 - 03/01/2011 / 03/01/2011 - 04/01/2011 / 04/01/2011 - 05/01/2011 / 05/01/2011 - 06/01/2011 / 06/01/2011 - 07/01/2011 / 07/01/2011 - 08/01/2011 / 08/01/2011 - 09/01/2011 / 09/01/2011 - 10/01/2011 / 10/01/2011 - 11/01/2011 / 11/01/2011 - 12/01/2011 / 12/01/2011 - 01/01/2012 / 01/01/2012 - 02/01/2012 / 02/01/2012 - 03/01/2012 / 03/01/2012 - 04/01/2012 / 04/01/2012 - 05/01/2012 / 05/01/2012 - 06/01/2012 / 06/01/2012 - 07/01/2012 / 07/01/2012 - 08/01/2012 / 08/01/2012 - 09/01/2012 / 09/01/2012 - 10/01/2012 / 10/01/2012 - 11/01/2012 / 11/01/2012 - 12/01/2012 / 12/01/2012 - 01/01/2013 / 01/01/2013 - 02/01/2013 / 02/01/2013 - 03/01/2013 / 03/01/2013 - 04/01/2013 / 04/01/2013 - 05/01/2013 / 05/01/2013 - 06/01/2013 / 06/01/2013 - 07/01/2013 / 07/01/2013 - 08/01/2013 / 08/01/2013 - 09/01/2013 / 09/01/2013 - 10/01/2013 / 10/01/2013 - 11/01/2013 / 11/01/2013 - 12/01/2013 / 12/01/2013 - 01/01/2014 / 01/01/2014 - 02/01/2014 / 02/01/2014 - 03/01/2014 / 03/01/2014 - 04/01/2014 / 04/01/2014 - 05/01/2014 / 05/01/2014 - 06/01/2014 / 06/01/2014 - 07/01/2014 / 07/01/2014 - 08/01/2014 / 08/01/2014 - 09/01/2014 / 09/01/2014 - 10/01/2014 / 10/01/2014 - 11/01/2014 / 11/01/2014 - 12/01/2014 / 12/01/2014 - 01/01/2015 / 01/01/2015 - 02/01/2015 / 02/01/2015 - 03/01/2015 / 03/01/2015 - 04/01/2015 / 04/01/2015 - 05/01/2015 / 05/01/2015 - 06/01/2015 / 06/01/2015 - 07/01/2015 / 07/01/2015 - 08/01/2015 / 08/01/2015 - 09/01/2015 / 09/01/2015 - 10/01/2015 / 10/01/2015 - 11/01/2015 / 11/01/2015 - 12/01/2015 / 12/01/2015 - 01/01/2016 / 01/01/2016 - 02/01/2016 / 02/01/2016 - 03/01/2016 / 03/01/2016 - 04/01/2016 / 04/01/2016 - 05/01/2016 / 05/01/2016 - 06/01/2016 / 06/01/2016 - 07/01/2016 / 07/01/2016 - 08/01/2016 / 08/01/2016 - 09/01/2016 / 09/01/2016 - 10/01/2016 / 10/01/2016 - 11/01/2016 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 / 12/01/2017 - 01/01/2018 / 01/01/2018 - 02/01/2018 / 02/01/2018 - 03/01/2018 / 03/01/2018 - 04/01/2018 / 04/01/2018 - 05/01/2018 / 05/01/2018 - 06/01/2018 / 06/01/2018 - 07/01/2018 / 07/01/2018 - 08/01/2018 / 08/01/2018 - 09/01/2018 / 09/01/2018 - 10/01/2018 / 10/01/2018 - 11/01/2018 / 11/01/2018 - 12/01/2018 / 12/01/2018 - 01/01/2019 / 01/01/2019 - 02/01/2019 / 02/01/2019 - 03/01/2019 / 03/01/2019 - 04/01/2019 / 04/01/2019 - 05/01/2019 / 05/01/2019 - 06/01/2019 / 06/01/2019 - 07/01/2019 / 07/01/2019 - 08/01/2019 / 08/01/2019 - 09/01/2019 / 09/01/2019 - 10/01/2019 / 10/01/2019 - 11/01/2019 / 11/01/2019 - 12/01/2019 / 12/01/2019 - 01/01/2020 / 01/01/2020 - 02/01/2020 / 02/01/2020 - 03/01/2020 / 03/01/2020 - 04/01/2020 / 04/01/2020 - 05/01/2020 / 05/01/2020 - 06/01/2020 / 06/01/2020 - 07/01/2020 / 07/01/2020 - 08/01/2020 / 08/01/2020 - 09/01/2020 / 09/01/2020 - 10/01/2020 / 10/01/2020 - 11/01/2020 / 11/01/2020 - 12/01/2020 / 12/01/2020 - 01/01/2021 / 01/01/2021 - 02/01/2021 / 02/01/2021 - 03/01/2021 / 03/01/2021 - 04/01/2021 / 04/01/2021 - 05/01/2021 / 05/01/2021 - 06/01/2021 / 06/01/2021 - 07/01/2021 / 07/01/2021 - 08/01/2021 / 08/01/2021 - 09/01/2021 / 09/01/2021 - 10/01/2021 / 10/01/2021 - 11/01/2021 /


Powered by Blogger