insignificante
Friday, March 30, 2012
 


MUNICIPIO DE BARRANCOS

COMUNICADO:
Tauromaquia foi declarada “Património Cultural Imaterial do município de Barrancos”
A Câmara Municipal de Barrancos, em reunião de 28 de março de 2012, resolveu declarar a Tauromaquia como Património Cultural Imaterial de Interesse Municipal, por entender que esta, nas suas mais diversas manifestações, engloba um conjunto de tradições e expressões orais de artes do espetáculo, de práticas sociais, rituais e eventos festivos, de conhecimentos e práticas relacionadas com a natureza e de aptidões ligadas ao artesanato tradicional que se encontram, desde há séculos, presentes e vivos no Município de Barrancos.
Dos vários argumentos históricos, culturais e identitários apresentados na proposta aprovada, destacam-se os seguinte:
1 - A celebração, em Barrancos, de festejos taurinos formais e populares, de maneira ininterrupta, de que existe registo documental desde há mais de 120 anos e memórias orais que se perdem no tempo;
2 - Nas singularidades da cultura barranquenha destacam-se as tradicionais e centenárias corridas de touros de morte, que decorrem anualmente de 29 a 31 de Agosto, integrada nas Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição, que constituem um fenómeno cultural multidimensional, pela sua carga simbólica;
3 - É inegável que, em Barrancos, a tauromaquia faz parte dos costumes das nossas gentes, que constitui uma das maiores manifestação de comunidade e dos laços inter-pessoais e geracionais, contribuindo assim para a criação e para a manutenção de um elemento vivificador comum;
4 – A Tauromaquia em geral assume, no município de Barrancos, uma muito relevante importância cultural, social e económica. A festa dos touros em particular constitui, indubitavelmente, um dos elementos da identidade cultural mais forte do município, possuindo um carácter emblemático determinante para a coesão social e os valores da nossa população.

Acima o Comunicado da Câmara Municipal de Barrancos, onde me revejo e que saudo.
Barrancos, terra dos meus maiores e hoje de membros queridos da família e grandes amigos, merece que o seu passado, o seu presente e a sua ligação, as suas re-ligações sejam perservadas e o pensamento e acção sobre esses elementos se estruturem em futuro.
Na pessoa do meu amigo e Presidente da Câmara Municipal desta também minha terra, António Tereno, que também noutras áreas nos tem colocado no mapa social, quero saudar e agradecer o espírito da nossa Terra e a fraternidade que dela brota.

Labels:

 
 



É sem qualquer dúvida um dos mais belos templos da Europa ( e claro do mundo) a Sinagoga Espanhola, onde memórias e história, com H grande de homens e mulheres que a fazemos e fizemos, estão guardadas.
Em toda esta área do antigo gueto de Praga se respira esse tempo de outro calendário, de ritos e festas ligadas a uma tradição, de que também fazemos parte e de que herdamos genes e cultura.
Cultura que ouvimos e vemos num extraordinário concerto onde a magnifica soprano e a excelência dos músicos nos levaram até às lágrimas no inolvidável Va Pensiero do Nabuco de Verdi, e nos transportaram a outras alturas em restantes interpretações ( a Carmina Burana “must” de todos os tempos... e outras).
Deste gueto hoje história, da história que também é das pedras vivas escreverei em próxima posta.
Hoje que estas árias de todos, todos os tempos mesmo dos que não as ouviram dêem força às pedras vivas.

Labels: ,

 
 
A arquitectura, nos seus diversos enquadramentos urbanos, é um dos ex-libris de Praga. Lembrando o Império e dele herdando formas, recordando a estória e os seus desenvolvimentos, remetendo-nos para o tempo, o tempo todo e os seus personagens "golemicos", toda a cidade é um estilo, mesmo o comunismo nos seus horrores, também arquitectónicos está presente.
Gosto muito de arte nova (e acho curioso o cubismo arquitectural) e essa está muito presente, muito e bem representada por aqui e ali.


O Smetana Hall onde ouvi uma excelente interpretação das 4 Estações de Vivaldi ou esse, onde ouvi esse divertido concerto, na linda de morrer Municipal House é um dos exemplos.

Labels:

 
Thursday, March 29, 2012
 

Foi a maior, e inesperada surpresa da visita a Praga.
Uma excepcional exposição sobre Tauromaquia, com quadros, desenhos, gravuras dos maiores, maiores cultores desta arte no registo pictural, ou pelo menos alguns deles.
Nestes quadros vê-se o duende no golpe do maestro, no pincel, no cinzel ou na espada, a arte e a sua emanação espiritual deixa os que conhecem como o mundo se faz e continua a saber a pouco.
Sublime exposição a encher este edificio de memórias.
A las 5 en punto de la tarde...

Labels:

 
 
Irei, nos próximos tempos, relatar alguns eventos, estórias e reflexões sobre Praga e a confirmação que foi, até às lágrimas na Sinagoga Espanhola e o calafrio na Pinkas, estes excelentes dias.
Que também tiveram Kafka. Eis parte de uma queixa, que já enviei às autoridades locais. Está em estrangeiro:

I was for a week in Prague in a private visit.
(...)
Last day, last meal I had a Kafkian experience I here come to tell, complaint and hopping you will forward to whoever is responsible.
I was,  (...) having a light meal at Hotel Prague Inn.
We asked for to schnizel dishes. The employee, named according to the badge ROBIN, puts on our table 2 slices of bad bread and inappropriate butter, that we do not want, and order to take back.

He refuses to take it back and, and that is certainly Kafka story and I will also write about it, he says
–If you do not have this (slices of bread and bad butter) I will not serve you the meal.
Only the fact that we were leaving in the afternoon (..) avoid me from calling the police, we offer to pay what we were not consuminig, neither had ordered, to have our meal, after that blackmail!.

Hereby I am informing you of this situation that made me feel very uncomfortable, for which I am requiring your action or forward to whoever is in charge of the tourist department in your country or local authority.
(...)

Foi uma situação fantástica, tipicamente kafkiana e da maior grosseria.
Case Closed!

PS
Quase na hora recebo uma resposta do Turismo Checo a lamentar a situação, que dizem ser surpreendente, e a referir que irão investigar.  

PS2
Recebo, passadas 24 horas, um pedido de desculpas da  Asociace hotels a restaurací České republiky o. s.

Labels:

 
Wednesday, March 21, 2012
 

George Mélies foi um génio, da magia em movimento e um percursor da linguagem cinematográfica, e é agora re-homenageado por outro grande do cinema, Martin Scorsese, no filme Hugo.
Usei, em adaptações ou não esta imagem de G.M. em várias situações e em diversos enquadramentos.
É uma imagem fabulosa.
Em vésperas de ir ao Castelo do Kafka, e de lhe percorrer Processos vários este filme  (Hugo) sobre mecanica, cinema, imagens em movimento horário, no espaço e tempo, é uma memória de outros tempos no tempo que passa, e fica se o controlarmos, no espírito.
Volto em Abril, ou eventualmente antes, se tiver possibilidades de uso deste instrumento ( o que não é provável...), e com novas energias,
e se entretanto por graça do blogspot (que cada tiro que dá piora o uso, dificulta a publicação, enreda a estrutura, dificulta a gestão dos post, ou seja em vez de abater dois passaros de um tiro, dá um mas é no próprio...pé!) conseguir alteração do boneco,
vou ver se, agora que atingimos um número de visitas significativo, neste que é um dos sites mais antigos e em permanência do nosso país, temos novidades ou um pastel de nata.

Labels:

 
 

Mulheres que não prestam... há muitas, assim como, e penso em muito maior número, homens.
Mas não posso deixar de registar estas duas, também num quadro desta referência de hoje:
há prémios que estão ao nível do escarro. O Nobel da Paz (os nóbeis em geral há que dizé-lo) é um dos casos emblemáticos. Já foi um prémio com relevo e premiados justos...
Mas já premiou senhores da guerra, defensores da mutilação genital feminina e agora homofóbicos (qualquer um, mesmo qualquer um pode ganhá-lo!).

1-É inacreditável que o deste ano, contra inúmeros pareceres, tenha ido parar as mãos de uma senhora, a presidente da Libéria, que defende a prisão (e talvez a castração ou o apedrejamento até à morte!) dos homosexuais.
Não há palavras!!!
2- Outro é o caso, e também o acho, inacreditável que uma organização de Direitos Humanos, da qual sou membro, a Amnistia Internacional, faça uma petição a uma pessoa incriminada pelo TPI, a mulher do presidente da Síria.
Acho que o nonsense tem limites.
A senhora é uma criminosa, prisão e julgamento é a única coisa a fazer no caso. Peticioná-la?

Duas mulheres, duas criminosas, a que se dá crédito.
De quê? Para quê?
 
Tuesday, March 20, 2012
 
Tau, tau nos reisinhos...
Recebo hoje das finanças uma comunicação.
Já foi notificada a Associação dos Surdos, amigos dos tais Reisinhos, da ilegalidade do não cumprimento das suas obrigações.
Talvez, com mais esta admoestação, esses labrostes, com todo o respeito e consideração que lhes é devido, e que tem que ser adjectivado porque o substantivo pode desintrepretar-se, apreendam, de uma vez por todas.

Labels:

 
 


Leitura de poemas e textos de Liu Xiaobo, prémio Nobel da paz de 2010

No dia 20, 3ª feira, às 21h, elementos da "Oficina de Poesia" realizarão leituras de poemas e textos de Liu Xiaobo na Livraria Ler Devagar (Lx Factory em Alcântara). Terá também lugar um momento performativo a cargo de Maria Eunice e a projecção de um vídeo feito pela “Oficina de Poesia”.

Esta é uma iniciativa do Festival Internacional de Literatura de Berlim, à qual se associou a Amnistia Internacional. Nela participam 145 instituições de 40 países, em 105 cidades.

Estas leituras públicas têm como objetivo sensibilizar as pessoas para a situação de Liu Xiaobo, prémio Nobel da Paz de 2010, e ativista de direitos humanos, condenado a 11 anos de prisão e de Liu Xia, poetisa, sua mulher, que está em regime de prisão domiciliária desde que visitou o marido na prisão, em 8 de Outubro de 2010, para lhe comunicar a atribuição do Prémio Nobel da Paz.

Livraria Ler Devagar:
http://www.lerdevagar.com/index.php?option=com_content&view=article&id=6&Itemid=5

Acenda uma vela, ilumine a escuridão

Labels:

 
Monday, March 19, 2012
  Pula e avança...



Fui, ao contrário de Jorge Silva Melo, já fui convidado para o PCP, a Maçonaria e a  Opus Dei. Devo dizer que em todos os casos julguei que estavam a mangar comigo, embora fossem em todos os casos pessoas minhas amigas e acima de qualquer suspeita, ainda que tenha que dizer... pouco divertidas...
Não houve em nenhum dos casos sequer resposta. A pergunta esgotou-se na pergunta.
Acho graça a ter podido passar por susceptível de pertença a qualquer dessas sociedades secretas, eu que sou um liberal/socialista e libertário, não violento praticante e empenhado em todas as lutas sociais que mereçam o encontro com mais cidadania.
A vida sendo feita de regras o facto de ser destas um extremista, mesmo quando procuro modificá-las torna-me desde logo incapaz de ser membro de um grupo secreto que não respeita regras formais e institucionais democraticas e liberais.
Todas as lógicas hierárquicas tem ilegitimidades e todas as situações de poder geram perversões, não é preciso ir a Maquiavel para o saber.
Só a independência permite caminhar e estabelecer orientação do caminho.

Labels:

 
Sunday, March 18, 2012
  Agora...



Vivemos tempos, à muito tempo, confusos. Na terra e na feira dos cogumelos (sem eles que a chuva não os fez crescer este ano) em Vila Nueva del Fresno, por aqui e por ali, passando pela (escalavrada e a pedir regeneração e sobretudo evicção do tiranete) ilha, outrora perola do Atlântico, e pela capital das ondas, tem sido uma semana cheia.
Em Lisboa na Ler Devagar tive ocasião de fazer um pouco doutrina sobre as eleições autárquicas, a cidadania e as listas de independentes, Sobre a macro e a micro política e os caminhos que se nos apresentam, foi uma excelente sessão muito animada, com discussão e entendimentos. Apresentei o caso do Partito Radicale, como referência e pensamento na acção. Acho que houve quem se disponha a agir.
Em Barrancos também foi, por outros motivos um bom momento, onde creio que moderei com qualidade apresentando alguns casos e recomendações e orientando o painel substantivo do encontro, que teve também excelentes apresentações iniciais e onde se estabeleceram linhas de acção auárquica e se motivou os jovens do I.P.B. a uma intervenção e cidadania com empenho.
De volta e a pensar na próxima partida, agora para uma semana de Kafka e dos seus locais, Praga em férias, tenho sobre a secretária (embora seja mais de trabalho underground...) uma série de temas, de relatórios, de documentos e a agenda a querer mordiscar algo.
Vamos nesta semana, com um excelente dia de trabalho na 5ª, que os transportes nos vão deixar a cidade em movimento, organizar os temas e fazer os agendamentos para o próximo, os próximos meses (livros, aplicações, conferências, artigos, crónicas...).
Por agora tenho que dizer duas coisas que mostram o servilismo da comunicação social a mando dos angolanos (neste blog não recebo, recebe ou receberá um tosto dessa gentalha!) e a continua degradação e falta de sentido, até de pessoas que supostamente deveriam estar informadas da política e dos quadros de referência dessa, a nível nacional e internacional.
A nível nacional passou pouco percebido, o encontro de magistrados, pago por empresas que estão sob suspeita e investigação criminal. Acho isso gravissimo e pouco vi no comentário. A justiça está de rastos e estes casos só reforçam a ideia que estamos numa republica sem pudor nem um mínimo de honra ( outro é o caso de um consultor do governo também consultor das empresas que esse mesmo vai alienar ou vão tomar posição na alienação, miserável!).
A nível internacional não posso deixar de referir o mau trato, e profundo desconhecimento revelado pelos informantes locais que não tem ideia do que se passa por Timor, que ignoraram em todos, ou quase todos os casos ( e no Expresso um artigo lamentável sobre Timor, do icónico Rosa Mendes, como outro de referência, da Clara Fereira Alves, sobre o caso acima, só me reforça a convicção que não há investigação nem sentido no jornalismo nacional) foi desconsiderada a candidatura vencedora na 1ª volta (que em nenhum orgão de informação merecia senão uma ou duas linhas) Lu Olo candidato apoiado por uma referência ética e um dos mais capazes e políticos Timorenses Maari Alkatiri, que ganhou e tal era obvio para qualquer local ou analista...
Os jornais estão pelas ruas da amargura, estou em curso de me reciclar, novamente, para os jornais ibéricos vizinhos e abandonar totalmente a compra até do Público, que cada mudança piora o seu caso. O fim do P2 que era onde se escreviam as coisas com mais qualidade e a diminuição dos textos o aumento dos títulos, o alargamento das fotos são para os "idiotas" que não sabem ler... mas esses já tem o Correio...
Mas quem teve esta peregrina ideia (de reduzir textos, edições e qualidade) saberá que quem ainda lia o Público...eramos os que sabiam ler...e escrever...e tal não interessa,,,

Labels:

 
Thursday, March 15, 2012
 
Continuo por aqui, por ali e acolá.
Ontem em Peniche numa excelente sessão, comemorativa do levantamento de Ferrel contra a nuclear e à noite na LxFactory num, também excelente e muito participado, debate sobre cidadania e a sua polis, organizado pelo Paulo Trigo.
E agora de partida para outro...

Labels:

 
Tuesday, March 13, 2012
 

E, antes da sessão abaixo sobre os chapéus:
http://jornaldenisa.blogspot.com/search/label/ferrel

Labels:

 
 


Chapéus... há muitos...:

Caríssimo(a)

As tertúlias estão de volta na Ler Devagar/LX Factory na próxima 4ª feira 14 de Março.

O tema escolhido para esta sessão é “Como promover uma cidadania activa e eficaz?”. Se é relativamente consensual a importância da cidadania activa, já é menos claro quais as suas reais potencialidades e os obstáculos com que defronta. Para falar sobre estes assuntos, em duas vertentes diferentes, convidámos António Eloy e Paulo Silva Pereira.

Para mais informações ver aqui: http://pascal.iseg.utl.pt/~ppereira/DobrarEsquina/

Se o assunto o interessar, esperamos vê-lo(a) por lá.

Saudações cordiais,

P’la Organização

Paulo Trigo Pereira e João Wengorovius Meneses
 
Monday, March 12, 2012
 


Á esquerda foto de Raimundo Quintal, do biologo João Carlos Claro (talvez em busca de tartaranhão) e um traseunte, em pausa


Estive, voltei ao Pico do Areeiro, desta vez no quadro das Jornadas da ASPEA, e plantei dezena e meia loureiros, talvez um pouco mais, no Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha, espaço da Associação dos Amigos do Parque Ecológico do Funchal, onde um conjunto de voluntários e amantes da natureza procuram ajudar esta a regenerar as feridas das inclementéries ou da maldade, muita maldade humana.
A Associação, ver aqui http://bisbis.blogspot.com/ , tem um trabalho notável de empenho e activismo em defesa da floresta laurisilva e de uma lógica de sustentabilidade para o arquipélago, e conta entre os seus animadores um Homem de que já aqui falei e que não me canso de louvar, pois é um dos, infelizmente poucos (e orgulho-me de também ter amizade com os poucos outros que dão significante ao epíteto de pérola para estas ilhas) que nos enchem de orgulho nas origens: Raimundo Quintal.
Nestas (talvez o facto de terem menos gente tenha tido desvantagens mas também esta vantagem) jornadas foi, também, o Raimundo um dos brilhos, com uma excelente e documentadíssima informação, com sabedoria de história, geomorfologia, meteorologia e paisagem, sobre aluviões, que encerrou a parte mais teórica.
E digo mais teórica porque fazer a levada do Cabo Girão é um susto, pelo risco que à vista desarmada as populações estão sujeitas, pelo desmazelo com que os processos de recuperação (onde, para onde ou para quem são canalizados os fundos para recuperação disponibilizados após as cheias e aluviões do passado recente?) ou melhor de non fare niente, de obstrução dos canais de escoamento, desprezo pela limpeza de árvores e matos acumulados, e ignorância em relação aos processos sustentáveis de gestão que se acumulam por todo o terreno.
Gostei deste tempo, desta reunião, do empenho e actividade que vi, da capacidade (e seja a cidade velha e as suas magníficas portas, seja os empenhos da Associação aqui referida, seja a vontade de todos os que conheci nas Jornadas, seja os já no meu registo como o activista e universitário Hélder Spínola, e o querido camarada Melim Mendes) e continuei siderado com a obra, agora em fim de reinado, num registo de coronel sem tropas, ideias ou ambição, um personagem que tenho como politicamente execrável, o afilhado Alberto João, que continua na sua saga de destruição do espaço e distribuição de benesses...
Vamos continuar os empenhos, desde já ofereci os meus préstimos ao Raimundo, para o que seja útil e também a minha disponibilidade aos colegas e amigos que se estruturam por outro tempo e a sustentabilidade.

Labels: ,

 
 

Três/quatro dias fora de portas (mas entre as mesmas na rua de Sta Maria, na Cidade Velha, rua notável num espaço recuperado, ao contrário de muito, muito que se vê por toda a ilha, ...) numa simpática reunião da ASPEA, onde também aproveitei para rever velhos amigos, temas que desenvolverei em próximas postas, teve-me afastado deste Insignificante.
Esta semana chamo a atenção (neste que manteve a média de 50 e tal visitas diárias!) para quem esteja por Peniche a sessão na 4ª (acima) e à noite (de 14) na Lx Factory debate sobre cidadania, para o que chamarei a atenção... outro na 6ª em Barrancos...

Labels: , ,

 
Wednesday, March 07, 2012
 


Enquanto os peticionários entretêm o Zé com flautas...

Volto ao tema das inúteis petiçoes.
Inúteis ou por mal enjorcadas (identificação incorrecta dos signatários) ou por sem qualquer sentido (por exemplo a para demitir o Presidente da Republica, que só revela a mais boçal ignorância do sistema político/constitucional, é mais uma perda de tempo para os representantes eleitos e tem como função clara o desprestígio das instituições) ou dirigidas ao órgão errado (sem enfoque e sem objectivo) e outras, tantas outras, constituindo meras feiras de vaidades e contribuindo para a desvalorização e aniquilamento do próprio instituto da petição.
Petição contra isto e contra aquilo, só porque sim, muitas vezes para evitar o processo, esse sim a dar trabalho e a não espallhar vírus e quejandos, de lobby político ou de intervençao social continuado e persistente.
Tornei-me um anti-peticionário (embora ainda assine uma ou outra por formalmente correcta e ser tema dos meus empenhos, mas sempre no limite da paciência), assim como vou caminhando (e felizmente esse instrumento é raro!)para tornar-me também susceptível ao anti-referendismo (por colocar nas mãos de um maioria de grunhos, insensíveis à lei e ao direito, seja das minorias seja tão só do outro)o que o legislador e nosso representante legitimo (mesmo que normalmente não vote por ausência de alternativa que preze, procurei de diversas formas criá-la no quadro do sistema político, e reputo que se não voto por não ter alternativa tal não diminue a representação e o seu direito... alternativas surgirão, ou não...) deve discutir e legislar.
O sistema político em que vivemos vai parecendo a casa do Boris Vian, todos os dias diminui, o seu espaço, a sua credibilidade, a sua capacidade de representar a "nação", e tal é também devido à errada utilização dos mecanismos que poderiam escorrar o prédio, hoje totalmente descredibilzados por labrostes de todos os lados.
Vamos de mal a pior...

Nota
A criação de um ambiente propício ao bloquear das liberdades públicas, do meu ponto de vista, sem partilhar de teorias da conspiração, vai-se desenvolvendo também no circular de falsas informações (ou irrelevantes) sobre fulano ou sicrano, o quanto ganha ou ganhou (normalmente motivo de dor de corno ou de cotovelo), e mentirolas e manipulações que são colocadas à mama de ingenuos e em muitos casos autênticos imbecis, em busca de um salazar.
Eu dava-lhes com ele nos rabiosques.

Labels: , ,

 
Tuesday, March 06, 2012
 
As Forças Armadas deviam ser extintas e em sua substituição criada uma força de defesa civil, que incluisse funções de vigilância sobre os bens nacionais/europeus e tivesse competências na área da protecção civil, nomeadamente em casos de calamidades naturais ou criminosa.
Com um alto nível de especialização e prescindindo da burocracia e estrutura militarista dos actuais ramos das Forças Armadas.
Nesse quadro deixaríamos de ter participação em missões bélicas internacionais, podendo participar em missões de polícia ou protecção civil.
Em boa hora o sr. Ramalho Eanes trouxe o assunto à baila, e desde já dou a minha opinião, sobre esse.
Recordo que quando defendi o fim do Serviço Militar Obrigatório só tive oposição...

Labels:

 
 
Conheço a Cantina desde os anos 80, a Cantina do antigo mercado do Saldanha, que ainda recordo (dos 60), sujo, porco, cheio de ratazanas e cheiros, mas onde se tinha um contacto humano personalizado e caloroso, que não sei se continua.
Mas conheço a Cantina dos anos 80, na altura cheia de operários, que ainda recordo com os seus fatos macacos e algazarra.
Hoje a algazarra é outra, mas sempre cheia a velha Cantina, renovada e agora atulhada de colarinhos brancos e engravatadinhos, como era o meu caso hoje na companhia de uma soberba corvina cozida.
Agora ganhou o título de Casa do Peixe, a mesma simpatia e eficiência dos funcionários, o mesmo peixe lindo, fresquissimo (estava na fila em espera e chegam mais directamente do mercado ao lado).
É um local único onde as memórias são convocadas e se dispersam na febra deliciosa do peixe (também não me pareceu má a pernoca da dama na mesa em frente, mas essa é outra conversa), rei desta Cantina, que fica e passa no tempo.

Labels:

 
Monday, March 05, 2012
 


Temos grandes a acompanhar-nos, quando revisitamos esta geração de ouro e vemos nos bonecos de Rafael a realidade, nua e crua, que continuamos a enfrentar.
Hoje a propósito de uma querela de comadres Gaspar versus Alvaro, onde o que está em jogo não é uma questão de poderzinho mas sim duas perspectivas diferentes de enfrentar a crise.
Ou se recua na austeridade tentando dar andamento a alguns investimentos produtivos, escolhidos, no que toca áreas onde se pode criar mais valias e assim dinamizar a micro-economia ou se procura através da continuação da redução do deficit e contracçao de despesas de investimento (participação nacional no QREN) suster o dispilfário da besta e depois pô-la a andar.
A opção por um meio termo que satisfaça as duas clientelas não é possível, nem com toda a "ginástica" que o Passos utilize.
Em breve o elo mais frágil irá quebrar. Continuaremos só, só a apertar os cintos. Que terão também que ser importados...

Labels:

 
 

A propósito de uma discussão de alto nível a decorrer no blog da ambio, faz o HPS uma colocação de um notável poema de Fernando Pessoa, pela voz inconfundível do meu parente (Pereira) João Villaret:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=NkTQAFmAKvQ#!
Não há mal que sempre dure ou será "exceptio probat regulam" em má tradução popular alterada no seu sentido (compromete trocado por comprova)...

Labels:

 
Sunday, March 04, 2012
 

Por vezes faltam só ideias e a articulação destas para estruturar um pensamento e desenvolver uma perspectiva diferente da inércia que parece conduzir o país, a Europa e o mundo.
Do é, era, previsível, que parece ganhar foros de cidadania, ao é o único caminho, ou isto ou o caos, vamos enchendo a carroça onde transportamos as nossas traquitanas.
Mas não é inevitável que esse seja o caminho (com toda a simpatia, e essa é desde logo uma alternativa no espaço e no tempo que me merece a re-introdução das carroças, para o transporte seja de mercadorias seja de passageiros em área urbanas!).
Infelizmente vivemos dominados por pensamentos únicos, totalitarismos comunicacionais e pouco, pouquissimo espaço para gritar, ou mesmo sussurrar outras ideias e alternativas.
Que penso tem várias hipoteses de concretação, desde logo o imenso poder cidadão que se articula através de redes, blogues, listas e mesmo, com todas as minhas reservas, no facebook.
Mas também em jornais regionaios, rádios daqui e dali e tertúlias e pequenas e concorridas sessões de chá e conversa, onde se vão passando testemunho, onde aqui e ali, e mesmo acolá se vai construindo novas sinergias e ligações que são o cadinho da sobrevivência e continuidade.
Esta semana estive em diversos pontos a semear salsa ao reguinho, para a semana vou empurrar carroças, e na seguinte volto a acender umas velas, no Alentejo, no litoral Oeste, em Montemuro, nas ilhas, em Lisboa, por onde a pedra vai rolando.
Depois de um grande cansaço que foram as sessões da Extensão do Festival do Cine de Urânio, voltei ao costume, conferências, artigos, crónicas, livros, e sempre a fazer, fazer, fazer... sem outro objectivo.

Labels:

 
 
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.
01.04.1931

Publicado in Presença, n.º 36, Novembro de 1932.
Fernando Pessoa, Obra Poética e em Prosa, ed. António Quadros. Porto, Lello & Irmão, 1986.
Fui ver, recomendo como momento, embora duvide da eficácia, por erros de concepção e algum imobilismo, e sobretudo muito pouca adaptação aos novos tempos e formas de perceber a lógica da produção poética, a exposição sobre o vate na Gulbenkian.

E não somos todos, também, outro, tantos outros?
Fingidores, com ou sem coração.

Labels:

 
Thursday, March 01, 2012
 


Hoje foi um dia mal disposto.
A incrivel e configurando negligência criminosa morte de uma recém nascida, relacionada com as minhas amizades,
o internamento de um primo/irmão com problemas da vida,felizmente são só...dieta...
uma queixa, ainda ligada aos, com os, famigerados reisinhos ao Director Geral de Finanças (que desde o início adivinhei, conhecendo a éspecie... de gingeira), e que já teve continuidade, a aldrabice já não passa facilmente...

Para este dia nada melhor que Brueghel, o Velho e a sua torre, já na fase da confusão.

Labels:

 
civetta.buho@gmail.com

ARCHIVES
06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 09/01/2005 - 10/01/2005 / 10/01/2005 - 11/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 12/01/2005 - 01/01/2006 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 06/01/2006 - 07/01/2006 / 07/01/2006 - 08/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 11/01/2007 - 12/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 01/01/2008 - 02/01/2008 / 02/01/2008 - 03/01/2008 / 03/01/2008 - 04/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 07/01/2008 - 08/01/2008 / 08/01/2008 - 09/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 10/01/2008 - 11/01/2008 / 11/01/2008 - 12/01/2008 / 12/01/2008 - 01/01/2009 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 03/01/2009 - 04/01/2009 / 04/01/2009 - 05/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 06/01/2009 - 07/01/2009 / 07/01/2009 - 08/01/2009 / 08/01/2009 - 09/01/2009 / 09/01/2009 - 10/01/2009 / 10/01/2009 - 11/01/2009 / 11/01/2009 - 12/01/2009 / 12/01/2009 - 01/01/2010 / 01/01/2010 - 02/01/2010 / 02/01/2010 - 03/01/2010 / 03/01/2010 - 04/01/2010 / 04/01/2010 - 05/01/2010 / 05/01/2010 - 06/01/2010 / 06/01/2010 - 07/01/2010 / 07/01/2010 - 08/01/2010 / 08/01/2010 - 09/01/2010 / 09/01/2010 - 10/01/2010 / 10/01/2010 - 11/01/2010 / 11/01/2010 - 12/01/2010 / 12/01/2010 - 01/01/2011 / 01/01/2011 - 02/01/2011 / 02/01/2011 - 03/01/2011 / 03/01/2011 - 04/01/2011 / 04/01/2011 - 05/01/2011 / 05/01/2011 - 06/01/2011 / 06/01/2011 - 07/01/2011 / 07/01/2011 - 08/01/2011 / 08/01/2011 - 09/01/2011 / 09/01/2011 - 10/01/2011 / 10/01/2011 - 11/01/2011 / 11/01/2011 - 12/01/2011 / 12/01/2011 - 01/01/2012 / 01/01/2012 - 02/01/2012 / 02/01/2012 - 03/01/2012 / 03/01/2012 - 04/01/2012 / 04/01/2012 - 05/01/2012 / 05/01/2012 - 06/01/2012 / 06/01/2012 - 07/01/2012 / 07/01/2012 - 08/01/2012 / 08/01/2012 - 09/01/2012 / 09/01/2012 - 10/01/2012 / 10/01/2012 - 11/01/2012 / 11/01/2012 - 12/01/2012 / 12/01/2012 - 01/01/2013 / 01/01/2013 - 02/01/2013 / 02/01/2013 - 03/01/2013 / 03/01/2013 - 04/01/2013 / 04/01/2013 - 05/01/2013 / 05/01/2013 - 06/01/2013 / 06/01/2013 - 07/01/2013 / 07/01/2013 - 08/01/2013 / 08/01/2013 - 09/01/2013 / 09/01/2013 - 10/01/2013 / 10/01/2013 - 11/01/2013 / 11/01/2013 - 12/01/2013 / 12/01/2013 - 01/01/2014 / 01/01/2014 - 02/01/2014 / 02/01/2014 - 03/01/2014 / 03/01/2014 - 04/01/2014 / 04/01/2014 - 05/01/2014 / 05/01/2014 - 06/01/2014 / 06/01/2014 - 07/01/2014 / 07/01/2014 - 08/01/2014 / 08/01/2014 - 09/01/2014 / 09/01/2014 - 10/01/2014 / 10/01/2014 - 11/01/2014 / 11/01/2014 - 12/01/2014 / 12/01/2014 - 01/01/2015 / 01/01/2015 - 02/01/2015 / 02/01/2015 - 03/01/2015 / 03/01/2015 - 04/01/2015 / 04/01/2015 - 05/01/2015 / 05/01/2015 - 06/01/2015 / 06/01/2015 - 07/01/2015 / 07/01/2015 - 08/01/2015 / 08/01/2015 - 09/01/2015 / 09/01/2015 - 10/01/2015 / 10/01/2015 - 11/01/2015 / 11/01/2015 - 12/01/2015 / 12/01/2015 - 01/01/2016 / 01/01/2016 - 02/01/2016 / 02/01/2016 - 03/01/2016 / 03/01/2016 - 04/01/2016 / 04/01/2016 - 05/01/2016 / 05/01/2016 - 06/01/2016 / 06/01/2016 - 07/01/2016 / 07/01/2016 - 08/01/2016 / 08/01/2016 - 09/01/2016 / 09/01/2016 - 10/01/2016 / 10/01/2016 - 11/01/2016 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 /


Powered by Blogger