insignificante
Monday, May 31, 2010
 
REPUGNANTE, verdadeiramente repugnante o ataque por tropas israelitas (que dá ideia perderam todos, todos, os valores do sionismo histórico e toda a humanidade!) à flotilha humanitária que procurava levar bens de primeira necessidade ao gueto de GAZA.
Sim ao gueto onde vivem um milhão e meio de pessoas, sem quaisquer garantias de sobrevivência ou continuidade de vida.
A Comissão Nacional de Apoio do Tribunal Russel sobre a Palestina (de que faço parte)tomou posição, pelo direito internacional, pelo direito humanitário.

(...)

A Comissão Nacional de Apoio do Tribunal Russell sobre a Palestina vem por este meio exprimir o seu profundo choque e protesto pela agressão da marinha israelita esta manhã contra a flotilha de barcos vindo de Europa em direcção à Gaza com ajuda humanitária.
O recurso à violência por parte do Estado de Israel contra este conjunto de activistas pelos direitos humanos em Gaza reforça o seu bloqueio ilegal de Gaza e acrescenta mais um crime ao longo rol de infracções do direito internacional cometidas por este Estado contra o povo palestiniano.
Fazemos nossas as palavras da Alta Comissária da União Europeia e apelamos a um inquérito rigoroso sobre as circunstâncias desta agressão militar em águas internacionais e uma abertura imediata, sustentada e sem condições de ajuda humanitária, de bens comerciais e de pessoas para e de Gaza.

Post Scriptum
Os meus receios, expressos em post anterior sobre a CNA ao Tribunal Russell sobre a Palestina, não se concretizaram. Nuvens tenebrosas que se avizinhavam foram afastadas por bons ventos e face a convite para re-integrar a CNA e ao apreço que me merece a generalidade dos agora membros, e tenho que salientar o empenho de Henrique Sousa, voltei a juntar forças. Com o espírito de sempre.

Labels:

 
Sunday, May 30, 2010
 
Desastre,,, do qual estou fora,,, para a esquerda, toda a esquerda,,, é o resultado do fim de semana.
Manif... inútil. Sondagem... terrível. Apoio do PS a Alegre,,, esperado.
Parece que não somos deste mundo...
Vou falando, por aqui e por ali... vou falando muito...em conferências...tertúlias... eventos sociais... este blog tem tido muitos comentários (que não existem na lógica do exibicionismo oco mas da criação de pensamento, e são inter-pessoais e respondidos)... e tudo o que aconteceu este fim de semana foi desgraça...

Contra os 200.000 anunciados e os 300.000 ditos se houve 100.000, numa altura em que todos deviam ter estado..., foi um cálculo bem-fazejo, desgraça a que se somou a incapacidade de criar condições de luta (a crítica à UGT é um tiro na prótese, que pé já não há) e a greve nacional não faz qualquer sentido...

A sondagem, e tem que se ver que as sondagens são indicadores poderosos mostram que esta esquerda,,, não se aguenta,,, mas continua a sonhar com o Palácio de Inverno...

O esperado é o pior, e já aqui referi que esta é uma candidatura que se contribuisse para fechar um ciclo e acabar com fantasmas no quadro do que será uma humilhação e uma derrota significativa,se isso se verificasse já seria uma vitória, mas estou convencido que nem isso se verificará e todo o ressaibiamento virá à superfície, sem cuidar de perceber as razões e discutir as políticas...
Claro que tudo isto servirá a alguns... mas à custa da construção da necessária força política que deve criar condições para mais cidadania.
Estou cansado, estou cansado disto.
Estamos a chegar ao Verão...

Labels:

 
Saturday, May 29, 2010
 
Na revista Espaço S, do Instituto Superior de Ciencias Educativas, onde ontem fiz o que penso foi uma útil prelecção sobre #Energias#, faz o meu companheiro Jorge Martins, companheiro de um tempo de muito tempo, que se prolonga nessa continuidade que também é social, traça-me o Jorge um perfil muito generoso, que se deve obviamente à estima e amizade, que lhe agradeço.
Foi como disse uma conferência interessante, seguida por talvez 40/50 pessoas num Instituto muito agradável onde o estudo também é uma escolha pessoal e um empenho social (como tive ocasião de testemunhar).
Ainda fui a Caldas, onde a Cooperativa que edita da Gazeta analisou as contas, muito apertadas neste tempo de crise, manifestou preocupações e avaliou as disponibilidades.
Participada a Assembleia Geral reforçou a equipa dirigente e mostrou determinação e objectivos. Os profissionais apresentaram um interessante documento, muito na linha do que havia produzido no seguimento de crise porque o jornal passou há algum tempo.
Empenho, determinação e processos adequados é o caminhar desta Cooperativa (que agora se apresta a homenagear o Zé Povinho, no seu 135º aniversário).

Labels: ,

 
Thursday, May 27, 2010
 
Ainda a Zon...
Recebo a esperada resposta da ANACOm (mas para que é que pagamos a estas inutilidades?), referindo-me que o facto de uma empresa de telecomunicações vender um produto que não corresponde ao anúncio, que não tem as especificações exigidas para o acesso à rede digital, e que não tem um serviço, aliás não tem nenhum serviço de apoio ao cliente... não é matéria de análise por partes dos serviços que são supostos fiscalizar as empresas de telecomunicações.
Não há mais nada a dizer, ou talvez como o Zé Povinho, antes de falar.
Ora Toma.

Labels:

 
Wednesday, May 26, 2010
 
Montar é sobretudo uma questão de equilíbrio, muito equilíbrio.
Depois uma linguagem, o assobio, o estalar de dentes, a pressão das pernas, o local onde nos sentamos.
Dizia-me Joseph Kizerbo, notável historiador e político africano já falecido, que se não nos podemos sentar não conseguimos caminhar direitos.
Equilíbrio, e para esse é também preciso adaptação e inclinação (a tal que é o clima!) para podermos avançar, ou recuar é uma das chaves da vida e da política, convivialidade que é parte dessa.
Infelizmente vivemos com cada vez menos contacto com a terra, ou o que for que estejamos a montar, neste mundo onde o virtual, o soundbyte, a ilusão impera.
Desequilibradamente como vamos vendo.

Labels:

 
Tuesday, May 25, 2010
 
Comboios e comboizinhos...
Hoje leio que finalmente procura articular-se uma lógica de caminho de ferro entre o porto de Sines e a Europa (o que não tem que ver com o actual modelo de TGV, que não permite as ligações adequadas), mas ao mesmo tempo lemos declarações de um pinóquio que a linha Poceirão-Caia afinal irá (paga por quem...) mais longe que Caceres, isto numa altura em que não houve nenhum desmentido oficial (a não ser o tal sussuro ao ouvido) do lado espanhol das declarações produzidas nas Cortes de Madrid pelo ministro da tutela...
Andam a brincar com o maralhau, estes pinóquios, e aos comboiozinhos.
A procissão ainda vai no adro, e agora que o FMI deita a mão a Espanha...

Labels:

 
Monday, May 24, 2010
 
Fui ver um filme notável, que recomendo vivamente.
#Líbano# de Samuel Maoz.
No final estamos num campo de girassóis, como no ínicio.
Tudo é principio e fim, vida e morte.
E no meio destes extremos a vida da gente, de 4 jovens fechados num tanque, e o horror da clausura, o desconhecido do outro, e do que está lá fora.
O olho do tanque, o painel do tanque e as pessoas que os manejam e ao controlarem a máquina tornam-se parte dela.
Um filme que mostra o irracional a transformar os homens e a maldade em estado puro.
Mostra também a consciência e a vontade.
Tudo, tudo está em tensão neste filme notável.

Labels:

 
Sunday, May 23, 2010
 
Há alguns poemas, com ou sem som, que me fazem pele de galinha. Há alguns, poucos, muito poucos que sei de cor. Há vozes que não se esquecem.

http://www.youtube.com/watch?v=T1yXEjaEt-k&feature=related

Labels:

 
Saturday, May 22, 2010
 

Realizou-se o colóquio “As questões do Urânio” na tarde do dia 22 em Nelas.
Iniciou-se com uma intervenção de António Minhoto, Presidente da Associação #Ambiente em Zonas Uraníferas#, que organizou o colóquio.
Fez um balanço das lutas passadas, desde o apoio aos extrabalhadores das minas à denúncia do estado de irresponsabilidade em que estavam (e em grande parte continuam) as minas e áreas mineradas. Referiu o empenho que por Nisa, para que não aconteça o mesmo, a A.Z.U. (em articulação com o M.U.N.N.) tem mantido, e perspectivou as futuras actividades da A.Z.U.
Seguiu-se Marisa Matias, investigadora do CES/Universidade de Coimbra, que apresentou com detalhes saborosos a sua tese de doutoramento que teve por centralidade as questões sociais e ambientais das minas de urânio e investindo na sua actual função política (é deputada no Parlamento Europeu, eleita pelo B.E.) mostrou disponibilidade para continuar o apoio nas lutas pela recuperação dos espaços ou perservação destes em lógicas de sustentabilidade.
Paco Castejon, de Ecologistas en Accion apresentou um “powerpoint” sobre os problemas globais do ciclo do urânio e o, actualmente, problema maior que é o projecto de concentrar os resíduos intratáveis e perpétuos desta actividade industrial num só local, e as gravissimas consequências que isso pode ter, os cemitérios nucleares.
A solidariedade ibérica na luta será importante e nesta reunião iniciou-se a preparação do II Encontro Ibérico sobre o Urânio.
Finalmente, eu próprio, conclui a sessão, que há que referir se prolongou por mais de 3 horas e foi muito participada pelo público presente, com a desmistificação e a re-leitura de alguns factos sobre política energética e referências sobre os desenvolvimentos de energias renováveis no nosso país.
Contrariar o urânio é também defender a eficiência e sustentabilidade.

Labels:

 
Friday, May 21, 2010
 
A caminho de Viseu, novamente. Agora até Nelas onde amanhã se realiza um colóquio sobre os problemas, as questões do urânio. Rever os amigos e organizar algumas ideias, falar contra miragens, será que alguma vez fiz outra coisa?, estruturar algumas alternativas.
Num momento em que estas estão cada vez mais distantes e somos dominados pela incongruência das graçolas (as tais!) e os sounbytes a invadirem todo o espaço da construção de pensamento.
Alternativas,,, pouco vemos,,,face ao irrealismo e ilusionismo sobre a realidade que domina o tempo.

Labels: ,

 
Thursday, May 20, 2010
 

7 anos, menos um mês, é a idade deste #insignificante#, no ínicio cheio de problemas de andamento, hoje com fotos e outros bonecos... e com leituras regulares e até seguidores.
Talvez passe o milhar de visitas mensais ou que dá uma média de 30 e tal, que chega aos 100 por dia.
Tem o seu publicozinho, e como dizia hoje ao almoço a ver o Atlântico, tem efeitos terapeuticos e higiénicos fundamentais. Poder dizer o que penso, em liberdade de palavra e sem constrangimentos, além do deleite é um tempo de busca de nirvana.
Para todos, deste que é hoje um dos mais antigos blogues em continuidade, um bom samsara.
E um sapinho que é bom para re-encarnar...pode sempre encontrar uma princesa...

Labels:

 
 
Tenho que confessar não acho graça a nenhuma, quase nenhuma, anedota, tenho que fingir que não as compreendo... e tenho um velho medo de palhaços, pessoas respeitáveis que se mascaram (odeio mascarados e anónimos) para fazer rir e chorar.
Tenho consideração por quem dessas actividades, cujo produto final não aprecio, faz profissão.
Mas tenho que referir que acho uma profissão condenada pelo facto de isto estar cheio, mas mesmo cheio de palhaçadas, o que é concorrência desleal e gratuita.
Do Pinócrates, que devia dar o lugar a alguém com credibilidade, porque os mercados financeiros reconhecem também a credibilidade como valor de referência, a outros intervenientes no nosso quotidiano estamos falados.

Nomeado hoje rei dos palhaços é todavia o despota (dir-me-ão que foi eleito...) sul-africano Zuma. Polígamo, violador de crianças e contribuinte para o aumento de SIDA neste país que já é o campeão mundial nesta doença. Agora para tratar a doença...fez-se circuncisar. Mas falar de preservativo,,, qual nada pois se se trata assim! Muitas mulheres, violar a filha seropositiva de um amigo (claro para ajudar...) e agora um corte da pele e já está.
A maior parte dos palhaços fazem-me medo e chorar!

E, talvez para morrer a rir, em simpática e queixosa, conversa com a ZON dizem-me que o que julgava ser uma sub-contratada é afinal uma PARCEIRA. Mas será que se chamam todos Rui Pedro Soares?

Labels:

 
Wednesday, May 19, 2010
 
ZON,
é a empresa que contrata os 4 estarrolas e que não tem um serviço próprio de apoio a clientes, para tal contrata um grupo de imberbes que nunca devem ter visto um computador à frente e cuja função é arrastar a chamada para colectar mais uns tostanitos.
Hoje tive o azar de falar com o tal "call center" intitulado serviço de apoio a clientes. Não sabiam nada sobre a funcionalidade dos operativos da entidade que os contrata, eram do sector informático e nem sequer sabiam quais os rooters que a Zon está a instalar e disseram-me que o meu MAC estava com vírus.
Soube à tarde por consulta com o meu advogado que esta empresa tem este problema nos seus operativos informáticos e só está interessada é nos tais 4 estarrolas e no guito.
Claro que irei enviar este documento à autoridade de supervisão, com a sensação da inutilidade...
Ficaremos por aqui?
E para uma informação que me poderiam ter dado por telefone ficaram de mandar um técnico a casa, e 15 euros (a instalação foi feita ontem!!!). Se vier com o livro de reclamações, como solicitei entra. Senão vai ao Totta...

Labels:

 
Tuesday, May 18, 2010
 

Tenho alguns leitores de Barrancos, que aqui saudo, que se recordarão do "velho" Jeremias.
Venho aqui dar-lhes notícias, que ele continua rezigão e claro "velho" e que segundo email dele que acabo de receber, em resposta a fotografia de montra de alfarrabista que lhe enviei (foto acima) me diz que continua a enganar o tempo e a etiopia, seja isso o que seja. E que o livro vai sair numa 2ª edição, aumentada, em inglês...
Para ele e para todos em Barrancos que o bom tempo seja de chuva e como seja.

Labels: ,

 
 

Labels:

 
Monday, May 17, 2010
 
Hoje se uns tais reisinhos e c&a, membros da Amnistia Internacional de Matosinhos, tivessem vergonha na cara, apresentavam a demissão da secção, dada a sua notória homofobia, que de qualquer forma está claramente testemunhada em documentos escritos (a acta da A.G. da A.I.) e amplamente denunciada aqui neste blog, em contradição inclusivé com o que é a respeitável, embora eivada de deslógicas, declaração do Presidente da Republica de oposição ao casamento entre duas pessoas, quaisquer.
Mas são uns bandalhos sem vergonha. Lá terão que ir ao dicionário, outra vez!
Hoje é um dia de alegria para os direitos humanos em Portugal, para todos os direitos.

Labels:

 
 


Quando fiz a revisão cientifica de uma Enciclopédia de Vida Animal, mais do ponto de vista da textualidade e correcção da tradução, fiquei fascinado com o Louva-a-Deus.
Fantástico animal que no processo de acasalamento é comido, comido literalmente pela femea.
Não sei se a expressão francesa "petite mort" terá alguma coisa a ver, sendo que a morte neste caso é lenta até que ela lhe come(isso mesmo!) a cabeça.
Talvez também o ciclo do Samsara se encerre no estomago ou no sexo da Louva-a-Deus, femea, que igualmente adopta a postura de reza, até no acto sexual, talvez como o pai a ensinou.
Gosto muito do Louva-a-Deus.

Labels:

 
Sunday, May 16, 2010
 

E de hoje:
Sem surpresa desvendam-se as origens judias de Vladimir Ulianov e o abandono crescente (será que isso motiva os animalistas?) de chihuahuas, devido por um lado à crise (e aos enormes custos de manutenção deste cachorro) e ao fim da era do bon-chic bon-genre à la Paris-Hilton (alguém com nome de hotel é desde logo uma excrecência).
Também sem surpresa e contando com a continuação da anestesia da bola (agora é o mundial) a crise vai prosseguir sendo que ainda vem aí mais austeridade que a que foi anunciada (não me admirava que o IVA aumentasse antes do aumento!), segundo o que se pode ler na imprensa não anestesiada, sobretudo internacional.
E já agora,,, será que ninguém reparou que os espanhóis irão, muito plausívelmente, adiar a ligação Madrid-Caceres do TGV, ainda hoje só em...projecto????
E, além de flamingos terem nidificado no Algarve o que mostra deslocalização da estutura climática, lá temos os jacarandás (mais tarde!) a florirem.
A natureza vai-se adaptando, com crise ou sem ela...
 
Saturday, May 15, 2010
 

Clarificando algumas ideias que intuia leio o relatório #Em nome do Espirito Santo, História de um Culto# da Ed. Colibri.
Excelentes documentos que remontam a origem do culto, no quadro de confrarias franciscanas e de lógicas de solidariedade social e fazem algum (a proseguir...) trabalho socio-antropológico.
Embora seja um relatório indica diversas áreas da sua melhor continuidade e são muitas e deixa a curiosidade para vários aspectos não abordados ou só pela rama, como os Impérios e o Brazil, o Bezerro do Espírito Santo (obviamente o toiro e as sua ligações à continuidade da vida) , a questão da articulação do Espírito Santo com os 4 elementos fundacionais da vida (fogo, água, terra, vento/ar) e as suas formas de representação.
A pomba tem um caracter simbológico grande mas não será o triângulo que a representa?
E as ligações eucuménicas que se registam, ou melhor integrações, no bodo?
 
 
Notícias de hoje:
Duarte Pio no seu melhor, um autêntico labroste, a bolsar inanidades. Ao nível do melhor reisinho, o tal de Matosinhos.
António José Seguro ao seu nível, finalmente a sair da casca. Não posso deixar de referir a minha estima pessoal e longinquas partilhas e o prazer com que o vejo (assim como ao Pedro Passos Coelho) a afirmar-se na luta política nacional.
E conheci-o.
No tempo do MRPP, só, logo após o 25 de Abril chegámos a ter uma conversa e estive com ele noutros momentos, hoje reconhecendo o enorme erro (um boicote inano a uma sessão do CDS no S.Luis). Tinha-lhe grande apreço. Era um cidadão exemplar, de uma enorme capacidade intelectual e empenho na polis. Aqui deixo, também, uma nota de tristeza, pelo Zé Luís Saldanha Sanches.
E, com o tempo a parar, vamos começar a trotar...

Labels:

 
Friday, May 14, 2010
 
# Los objetos nos llaman# ... é um curioso livro de contos de Juan José Millás, editora Seix Barral.
Pequenas estórias arrepiantes, ou fantásticas, pequenas vidas, quais objectos a acompanhar os traseuntes que por elas passam.
Talvez um segredo, talvez um mistério...
 
 
Teêm perguntado qual a minha posição face às "obras públicas" do regime e ao seu re-equacionar.
Julgo que é o momento de as repensar todas e julgo um erro ter sido adjudicado o troço Badajoz - Poceirão. Porque desde logo vai criar dificuldades ao que deveria ser uma re-análise global das articulações da rede de alta velocidade e do sistema ou pontos de articulação desta, que julgo deveriam ser totalmente reformulados.
Julgo que essa ligação só deveria ser adjudicada após uma reformulação global do sistema ferroviário, onde desde logo esse investimento (dispilfariado nesta ligação nula de TGV) seria vital, e uma vez definido esse, claramente desenvolvido os projectos de articulação do sistema de portos com a rede e nessa verificadas as opções mais favoráveis ao transporte de mercadorias (e o TGV só por delírio total pode ser previsto para...passageiros!) a partir dos portos (Sines, Matosinhos, Lisboa) é que se deveria apostar no canal mais favorável para ligação a França e ao resto da Europa (não sendo senão de relativizar a ligação a Madrid).
Apostar em investimentos estudados, o comboio em lógicas de articulação, a re-abilitação urbana e novas tecnologia na área das energias, assim como em bolsas de produtividade nacional é, deveria ser o projecto nacional.
O resto é conversa, para fins multiplos que é como quem diz sempre para o mesmo.

Labels:

 
 
Tempo de livros...
Comprei num alfarrabista o "histórico" #Montemuro# de Amorim Girão, que li de um trago.
É um registo datado de um elemento fundacional do trabalho humano sobre a paisagem e a ocupação deste território, com documentos socio-antropológicos de elevada qualidade.
Cada euro dado, por este exemplar que já pertenceu o número de telefone 31,de Alvaizere foi bem dado. Registo por interessantissimo o português dos anos 30.
E a propósito de anos 30 de Manuela Florêncio mas na linha dos estudos definitivos realizados por Leite de Vasconcelos comprei na Colibri e li com gosto o #Dialecto Alentejano#, que se vai definitivamente também perdendo com o tempo...
ao qual resiste o #Patrimonio Genético Português# curioso livrinho de Luisa Pereira e Filipa M.Ribeiro, da Gradiva, que confirma o registo que foi a base da minha recente troca de argumentos com o Frescata. A diversidade do nosso Património, embora com bolsas de manutenção de lógicas identitárias ligadas ao isolamento social ou religioso, integra-nos numa corrente de diversidades e patamares de ligação a uma enorme mestiçagem, que também continuámos.
Curioso neste livro a referência que já tinha, noutro documento encontrado, ao papel de relevo da pastorícia e do consumo dos bens desta no processo de hominização ou e de sobrevivência das sociedades humanas.

Labels: ,

 
Thursday, May 13, 2010
 
Não sei porque raio é noticia o facto do Papa ter condenado a homosexualidade, o aborto, o divórcio, os perservativos, a sexualidade em geral, a não ser na posição do missionário e com fins reprodutivos e sem prazer, como a saudosa Natália Correia referiu... a propósito de um coitado que passou à estória.
Não julgo que seja novidade, nem sequer minimamente inesperado.
O único dado relevante é que é uma mensagem que nem os próprios acólitos (alguns em busca de crianças para sevandijarem) dão a mínima relevância.
Ontem descobri uma nova categoria religiosa dominante... os católicos não praticantes....

Não sei onde é que Manuel Alegre se vai meter, em que camisa de 7 varas (além do próprio Vara que o apoiará) se vestirá para manter o apoio do Bloco e do P.S. e dos tais todos.
Talvez se não tomar posição em relação a seja o que for,,,
Pelos Alentejos, pela Feira do Livro, em conversas entrecopos, toda a gente que o estima teme o pior.
E ainda falta o que está para vir...

Labels:

 
 


No Ano da Biodiversidade a humanidade continua a partir os ovos e a hipotecar o futuro.
Este vai para além da crise económica, que resulta de lógicas de operações insustentáveis de capitais financeiros, capitais parasitas em economias de casino/bolsista e offshores ligados a sectores que já aqui apontámos de áreas onde era necessário coragem política e alterações socio-economicas e securitárias fundamentais.

Os ovos também necessitam de temperaturas adequadas e as alterações em curso, com os epifenómenos localizados que se vão manifestando, estão a provocar mudanças de populações e culturas com consequências imprevísiveis.
Tudo está articulado.
Será que não partimos já o ovo?
Será que estamos a tempo de recuperaramos a vida desse?
Será que?

Labels: ,

 
Tuesday, May 11, 2010
 


De um artista imortal Pablo Picasso a outro Francis Wolff que nos dá outra leitura do temple...

http://www.larazon.es/noticia/8767-la-fiesta-ecologia-pasion-y-muerte

Labels: ,

 
Monday, May 10, 2010
 


Palavras...levam-as o vento...ou não.
Podem ser mentiras...podem ser verdades.
O que conta é o mecanismo e o seu signo... ficado.
E esse também é relativo.

Labels:

 
 
Em posta anterior, refiro o valor de produções agro-artesanais como um dos eixos de criação de focos de sustentabilidade regional.
Hoje encontro esta notícia, picada do Jornal de Nisa (http://jornaldenisa.blogspot.com/)
que vai no sentido do "slow food" e sustentabilidade.
Outros produtos nacionais mereceriam a menção, mas tal requer uma conjugação de vontades e iniciativas que nestes focos já encontra concretização.
E bem!

As ameixas e as azeitonas de conserva de Elvas, os queijos de Nisa e Serpa e o presunto de Barrancos são cinco produtos tradicionais alentejanos que constam da lista de produtos agro-alimentares de excelência, para a zona europeia de acordo com o Atlas Mundial Qualigeo-Atlas. Esta informação é avançada pelo jornal "Diário de Notícias”. O Atlas Mundial Qualigeo-Atlas é uma publicação inteiramente vocacionada para os produtos agro-alimentares de qualidade.
Portugal, nesta listagem mundial, ocupa o quarto lugar no ranking dos países, no que toca aos produtos gastronómicos tradicionais, apenas ultrapassado por Itália, França e Espanha. O Atlas Mundial distingue produtos que sejam tradicionalmente confeccionados. Além dos cinco produtos do Alentejo já referidos, em Portugal foram ainda seleccionadas mais seis produções gastronómicas tradicionais: os queijos do Pico e de São Jorge (Açores), a anona da Madeira, a chouriça de carne de Vinhais (Trás-os-Montes), as amêndoas do Douro e o queijo da Serra da Estrela.
in "Rádio Elvas"

Labels:

 
 
A Marcha foi chuvosa de vários, diversos pontos de vista. Julgo que merece uma reflexão profunda e a sua continuidade só se deve processar em moldes completamente diferentes ou arrisca-se a ser um balázio no pé.
Foi bom por estreitar de alguns contactos e convergências, e porque sempre permitiu, nalgums segmentos ver o que não é útil, nem políticamente adequado.
Hoje:
http://www.youtube.com/watch?v=sknoKWsVlAA
um notável documento, sobre a Maria e os seus meandros.

Labels:

 
Sunday, May 09, 2010
 
1- Fala-se da Grécia sair do "Euro", não sei para onde iria, e para onde iria o "euro" inevitávelmente com uma série de outros países a seguirem na esteira da Grécia e a moeda a colapsar, por toda a Europa, com repercussões incomensuráveis.
2- Falta uma autoridade monetária central e uma maior integração das economias, e mais, maior poder político central. Falta mais Europa e só mais Europa pode contrariar esta lógica de economias nacionais a só verem o seu umbigo.
3- A ver o seu umbigo esteve o nosso 1º ministro e os que o apoiaram, como o seu mais recente aliado contra as palavras avisadas do Presidente da Republica ao insistir numa linha de implementação de obras públicas que não criam nenhuma lógica de sustentabilidade económica e social e antes pelo contrário aumentam os riscos do sistema financeiro.
A única aposta que deve mobilizar investimento público é na reabilitação urbana e nos nichos de produção nacional com viabilidade no mercado global (segmentos agrícolas, nucleos industriais ligado a tecnologias de ponta e energias renováveis, e especializações produtivas ligadas a áreas de inovação) além de um turismo de qualidade com novas apostas (percursos pedestres, termalismo, ligação agro/gastro/ruralidades e património histórico/cultural).
4- Falam os jornais internacionais de desenvolvimentos que a opinião publicada em Portugal ignora, os nossos políticos jogam para debaixo do tapete e parece que o bom do Zé sobre eles continua em silêncio, com o seu manguito.
Acorda Zé!

Labels: ,

 
Friday, May 07, 2010
 
A crise... e as suas causas!

1- Vivemos uma crise do sistema financeiro baseada em lógicas especulativas do mercado de capitais (economia de casino e de activos tóxicos) que por deficiências das actividades de controle e pela sua própria lógica interna transbordou para a economia real, onde os problemas de crédito afectam o tecido produtivo e criam um efeito borboleta.

2- A crise financeira assenta em três “comodidades” óbvias, além de muitas outras interacções.
A 1ª é a crise ambiental global, resultante de depauperamento dos recursos, nesses incluindo os recursos humanos arrastados pelas rupturas sócio-ambientais, e pelo desenvolvimento de micro - fenómenos relacionados com o problema global das alterações climáticas e as deslocalizações que essas acarretam.
Um sistema ambiental descontrolado proporciona e facilita o 2º nó górdio da crise.


3- O tráfico de armas que é pululante, seja o dito legal, mas que funciona como sabemos com sectores não declarados ao fisco desde a corrupção a mais valias “incorporadas” noutros sectores, ou o comércio ilegal imenso que vai desde a simples pistola a ogivas nucleares (e não deixa de ser curiosa a atenção ao Irão quando há já em sabe-se lá que mãos mini ogivas...).
O comércio de armas está, devido a lógicas que lhe são próprias, articulado com o comércio humano, seja para prostituição seja para trabalho escravo. Mas como sabemos onde se geram grandes quantidades de dinheiros a branquear é, igualmente, noutra área relacionada também com os dois elementos que enunciei acima, e penso que é neste sector que se pode começar a desestruturar este complexo sistema.

4- É a economia da droga que está na base desta pirâmide.
É uma das bases da actual crise do sistema financeiro, pelas articulações acima referidas e pelo facto de ser a que gera mais activos financeiros que na economia global são lavados em “off-shores” e actividades na bolsa ou especulação (e não deixa de ser de referir as ligações entre as agências de “rating” e toda esta panóplia...).
Como muitos sectores no quadro da defesa da sustentabilidade da economia no sistema politico liberal têm vindo a defender, conforme recomendações do Parlamento Europeu, ou posição editorial do Economist, na linha de posições defendidas por diversos e notáveis personalidades da vida cultural, económica e cívica nacional e internacionalmente, contrariar e enfrentar a crise financeira e perspectivar sustentabilidade para a nossa economia passa, pode também passar, por medidas tão simples, que além do mais reforçam a qualidade de vida, a saúde e o direito, os direitos dos cidadãos, medidas essas que alterariam as lógicas securitárias, e os seus custos e dariam contributo significativo para o sistema de impostos, através de adequada taxação.
Legalizar o consumo, e obviamente articular esse com as lógicas produtivas num quadro internacional, das drogas, de todas as drogas, num quadro da maior informação e de campanhas de fiscalização e esclarecimento intensas.

Legalizar desde já o consumo da Marijuana.
Para defender esse objectivo irei desfilar com partida do Largo do Rato pelas 15 horas sábado dia 7 de Maio na Marcha Global da Marijuana.

Labels:

 
Thursday, May 06, 2010
 
Não costumo comentar "fait-divers" mas não posso deixar de expressar o meu maior espanto e absoluta indignação para com o gesto filmado, e desde logo público e passível de acção cível de um larápio, de um reles larápio, ainda por cima advogado de notórios facínoras e diz-se que conivente com actividades que hoje tipificam seminários, um larápio do maior trogoditismo em pleno parlamento da Republica.
Dizem-me que é deputado.
Não julgo possível.
Mas se o for deve desde logo ser afastado de qualquer cargo ou responsabilidade.
É que já nem sequer se pode invocar a mulher de César...
http://videos.sapo.pt/2ftpmLnJ52Iv6jCiGZhH
Além de nervoso este larápio mostra uma ignorância notável... então os tribunais é que acusam???

Labels:

 
Wednesday, May 05, 2010
 
Está há muito no meu C.V. que sou um coleccionador de paisagens, e devo dizer que sou na linha de Alfredo Saramago um epicurista e obviamente um estudioso e prático da gastronomia...
Tenho, julgo em matizes diversos em relação a esses tópicos e desde logo tenho que confessar em relação a muitos outros afinidades, e também divergências com o Henrique Pereira dos Santos.
E tenho vindo a estimá-lo pela sua capacidade incansável de argumentar e não deixar ponto sem nó, sendo que além de mais tem uma virtude que é o conhecimento ou a busca deste em relação aos assuntos sobre os quais se pronuncia.
Quem me conhece sabe que só o faço em relação a dois ou três temas que tenho a peito, pelo que desde logo o mérito que atribuo ao H.P.S. é enorme.

Editado pela Princípia, publicou o Henrique o "livrinho" #Do Tempo e da Paisagem#, que subtítula "Manual para a Leitura de paisagens".
Hoje depois da visão de dois dos vídeos da espantosa e excepcional trilogia #Qatsi# (de que escreverei noutro post) agarrei este obra que desde já defino como magister.
O livro que se lé de um folgo de emoção apresenta-nos numa leitura clara e acessível a, ouso dizer, todos um retrato em movimento da nossa, das nossas paisagens.
Da dinamica de desenvolvimento do coberto vegetal (e o papel do sobreiro) ao papel do fogo, articulado com a manutenção de ecossistemas, ao desde já refiro de excelência capítulo sobre Lisboa, que desafio o Henrique a desenvolver e fazer uma publicação autonoma, para o que darei todo o meu empenho, estamos no âmago de orientadora reflexão sobre o tempo e este no espaço!.
E tenho que referir que me deu grande prazer e ainda agora o estou a saborear, e caso venha a publicar uma prosa que tenho pronta sobre gastronomias do mundo em articulação com as suas paisagens, desde já tenho-o na ideia para prefaciador, o capítulo sobre "Do Prato" que é simplesmente uma leitura como desde Orlando Ribeiro, cada um no seu nível de ciência, não leio, sobre a dinamica e a forma como comemos o que comemos.

Este livrinho é um livro erudito, com migalhas de pão e estórias contadas para nos abrir o espírito... como um micróbio....e guiar-nos.
Sabem os meus leitores e amigos que além de coleccionador de paisagens sou um cultivador do tempo, que é a mais representada entrada deste #insignificante#.

Para o Henrique um abraço do tempo, cheio de paisagens a evoluirem, que as colecções são memórias vivas e em movimento.

Labels:

 
 


No Sábado a esta hora estarei a marchar, com saída prevista do Largo do Rato pelas 15 horas pela Legalização da MariaJuana.
Mas que este evento também seja brindado, em espírito, com umas boas ganzas são os meus votos!

Labels: ,

 
 
Não sou dos que acreditam no braço longo, muito longo, da BragaParques a entrar no bolso de alguns juízes portugueses, sou antes, como já uma vez tive ocasião de referir e está publicado no Imenso Sul, a apostar na sua precária formação em relação a assuntos que sejam externos ao aplicar do código penal.
Já nessa altura referi face a uma manifestamente inepta juiza (devido a juventude, falta de experiência de vida, desconhecimentos locais e incultura antropológica e socio-cultural), em relação a um processo que acabou em águas de bacalhau que envolvia o povo de Barrancos, factos nessa linha.
Agora, pela 2ª vez, em relação ao processo do Parque Mayer e envolvendo um dos processos o José Sá Fernandes, revelam os juizes dos processos, sobre os quais como refiro não tenho a miníma em relação à sua idoneidade, revelam total, total desconhecimento em relação ao funcionamento dos órgãos autárquicos.
Julgo que seria de sugerir ao Conselho Superior da Magistratura cursos, urgentes, de formação desses em relação aos processos de gestão autárquicos para que não se continuem estas "poucas vergonhas".

Labels: ,

 
 
No Canal História, visivel no youtube, podem ver-se este e muitos mais pequenos documentos de história e estórias de Lisboa:

O Aqueduto das Aguas Livres http://www.youtube.com/watch?v=fr2Et9XIvkI&NR=1

Reservatório da Patriarcal http://www.youtube.com/watch?v=l_INtKF8d1g&feature=related

Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros http://www.youtube.com/watch?v=9XGps3kHVfE&feature=related

Teatro Romano http://www.youtube.com/watch?v=KgRO3C6lxkA&feature=related

Bairro Estrela D'Ouro http://www.youtube.com/watch?v=vbOW0meYjv4&feature=related

A Se de Lisboa http://www.youtube.com/watch?v=quO0qXC8EFI&feature=related

As Galerias Romanas da Rua da Prata http://www.youtube.com/watch?v=Ivs6km260Kk

O Padrão do Chão Salgado http://www.youtube.com/watch?v=poyiROJFmM8&feature=related

Labels:

 
Tuesday, May 04, 2010
 

Nem de propósito... o lançamento ( o re-lançamento!!!) da candidatura de M.Alegre despoletou nos comentários a bufaria, ou, melhor, a cobardia anónima.
Lamentável.
Eu, que discordo desta políticamente, não posso deixar de verberar esta atitude psicótica e inqualificável.
Julgo que é uma candidatura errada por questões de projecto (o tal partido da esquerda, subrepticio, e o dobre de finados pelo P.S.), do espaço que ocupa (entre isto e aquilo e aqueloutro e longe do espaço que conta eleitoralmente), e por erros dramáticos resultantes é certo dos outros dois elementos da "estratégia".
Além de um óbvio problema de discurso, do discurso, contraditório, nacionalista demais, e sem ancoras claras a não ser a grandiloquência.
Infelizmente esta, como quiça outras candidaturas, tem no seu entorno gente boa e...do piorio, que infelizmente parece, com os yes men, dominar os bastidores. Sei como é.
Mas prometi a amizades que não falaria mais, ou melhor falaria menos das presidenciais....
Talvez passe a falar de sapos....

Labels:

 
 
Tenho particular nojo pelo anonimato. Faz-me lembrar a bufaria (aliás os anónimos ou foram da dita ou desejariam ter sido). Seja o anonimato que se esconde atrás de máscaras seja o que se disfarça, qual treta, atrás de disfarces.
Hoje num dos blogs que frequento um anónimo escreveu:
"É que quando se argumenta, o importante não é ter-se razão: para mim, é avançar-se nas conclusões!".
Staline ou Hitler não diriam melhor.
Tudo pelos fins!
A propósito não posso deixar de referir como perdem credibilidade políticos que dizem uma coisa num dia e o seu contrário no outro... a propósito de investimentos em obras públicas, ou da opinião sobre esses...

Labels:

 
Monday, May 03, 2010
 
Só há um vencedor...

nas presidenciais... e por isso a direita aposta num só prof. e apresentar-se-à unida, numa lógica salazarista de chefe único Todo Poderoso, não revelando as suas diferenças nem matizes dos seus projectos políticos, dada a pressão pela manutenção desse poder.
na esquerda houve quem tentasse assumir a herança napoleónica de candidato único, sem perceber que o que interessa não é o eleito mas os processos e procedimentos, a criação ou solidificação de espaços de dar voz ao social, e que para isso interessa a maior pluralidade e é nas divergências, com elas, que se criam as condições para a unidade.

Infelizmente a nulidade de ideias que envolve o candidato que se julgou único vai desde já destruindo qualquer hipoteses de criar e juntar as forças criadas, com invenções e intriga, baixissimo nível de debate e nula apresentação de proposta.
e há, há muitas propostas num espaço que tem, teria que entrar pelo centro político e que vai-se reduzindo cada vez mais ao irredentismo e palavreado oco ou falta de grandeza.
O PC já anunciou candidato e é fiquem certos disso para ir a votos, que é necessário afirmar espaço e intervenção.
Do outro lado há que dizer desde já que o partido da esquerda (hoje inacreditávelmente "anunciado" numa entrevista ao JN, certamente encomendada, pelo Francisco Louçã) poderá continuar a ser sonhado, e é para isso que esta candidatura serve, além da confusão que será uma candidatura minada por submarinos de vários tipos onde nos jantares, e isso acontece em todas, claro, aparecem personagens a que nem se pode dar nome.

É necessário construir outra área, com os movimentos sociais e associativos, com um quadro de pensamento liberal e social, que esse sim poderá ser a surpresa da afirmação de quem não tem outras intenções senão estas claras....

Labels:

 
Saturday, May 01, 2010
 

10 para as 11, de Pelin Esmer é um filme como devem ser os filmes.
E desde logo é um filme sobre a mais bela cidade do universo que conhecemos.Istambul.
Foi uma paixão, é uma paixão que as paixões são parte da alma que continua.
Os momentos, os pedaços destes que se vão vendo, a estória que parece que só se poderia passar em Istambul, entre o documentário que não é e a ficção que o regista.
Um velho que guarda, colecciona pedaços de tempo, pedaços de vida.
Onde vive gente, que tem relações (curioso nunca vermos a filha do porteiro, pois há um porteiro...)e que lembra bocadinhos de Lisboa na burocracia e nos serviços públicos, com outro ritmo.
Um filme fascinante de gente que parece estar aí, a ler, a coleccionar, a viver, com tudo o que isso tem de registo de sonhos e fantasias. E de memórias.

Labels:

 
civetta.buho@gmail.com

ARCHIVES
06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 09/01/2005 - 10/01/2005 / 10/01/2005 - 11/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 12/01/2005 - 01/01/2006 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 06/01/2006 - 07/01/2006 / 07/01/2006 - 08/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 / 11/01/2006 - 12/01/2006 / 12/01/2006 - 01/01/2007 / 01/01/2007 - 02/01/2007 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 03/01/2007 - 04/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 05/01/2007 - 06/01/2007 / 06/01/2007 - 07/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 08/01/2007 - 09/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 11/01/2007 - 12/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 01/01/2008 - 02/01/2008 / 02/01/2008 - 03/01/2008 / 03/01/2008 - 04/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 07/01/2008 - 08/01/2008 / 08/01/2008 - 09/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 10/01/2008 - 11/01/2008 / 11/01/2008 - 12/01/2008 / 12/01/2008 - 01/01/2009 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 03/01/2009 - 04/01/2009 / 04/01/2009 - 05/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 06/01/2009 - 07/01/2009 / 07/01/2009 - 08/01/2009 / 08/01/2009 - 09/01/2009 / 09/01/2009 - 10/01/2009 / 10/01/2009 - 11/01/2009 / 11/01/2009 - 12/01/2009 / 12/01/2009 - 01/01/2010 / 01/01/2010 - 02/01/2010 / 02/01/2010 - 03/01/2010 / 03/01/2010 - 04/01/2010 / 04/01/2010 - 05/01/2010 / 05/01/2010 - 06/01/2010 / 06/01/2010 - 07/01/2010 / 07/01/2010 - 08/01/2010 / 08/01/2010 - 09/01/2010 / 09/01/2010 - 10/01/2010 / 10/01/2010 - 11/01/2010 / 11/01/2010 - 12/01/2010 / 12/01/2010 - 01/01/2011 / 01/01/2011 - 02/01/2011 / 02/01/2011 - 03/01/2011 / 03/01/2011 - 04/01/2011 / 04/01/2011 - 05/01/2011 / 05/01/2011 - 06/01/2011 / 06/01/2011 - 07/01/2011 / 07/01/2011 - 08/01/2011 / 08/01/2011 - 09/01/2011 / 09/01/2011 - 10/01/2011 / 10/01/2011 - 11/01/2011 / 11/01/2011 - 12/01/2011 / 12/01/2011 - 01/01/2012 / 01/01/2012 - 02/01/2012 / 02/01/2012 - 03/01/2012 / 03/01/2012 - 04/01/2012 / 04/01/2012 - 05/01/2012 / 05/01/2012 - 06/01/2012 / 06/01/2012 - 07/01/2012 / 07/01/2012 - 08/01/2012 / 08/01/2012 - 09/01/2012 / 09/01/2012 - 10/01/2012 / 10/01/2012 - 11/01/2012 / 11/01/2012 - 12/01/2012 / 12/01/2012 - 01/01/2013 / 01/01/2013 - 02/01/2013 / 02/01/2013 - 03/01/2013 / 03/01/2013 - 04/01/2013 / 04/01/2013 - 05/01/2013 / 05/01/2013 - 06/01/2013 / 06/01/2013 - 07/01/2013 / 07/01/2013 - 08/01/2013 / 08/01/2013 - 09/01/2013 / 09/01/2013 - 10/01/2013 / 10/01/2013 - 11/01/2013 / 11/01/2013 - 12/01/2013 / 12/01/2013 - 01/01/2014 / 01/01/2014 - 02/01/2014 / 02/01/2014 - 03/01/2014 / 03/01/2014 - 04/01/2014 / 04/01/2014 - 05/01/2014 / 05/01/2014 - 06/01/2014 / 06/01/2014 - 07/01/2014 / 07/01/2014 - 08/01/2014 / 08/01/2014 - 09/01/2014 / 09/01/2014 - 10/01/2014 / 10/01/2014 - 11/01/2014 / 11/01/2014 - 12/01/2014 / 12/01/2014 - 01/01/2015 / 01/01/2015 - 02/01/2015 / 02/01/2015 - 03/01/2015 / 03/01/2015 - 04/01/2015 / 04/01/2015 - 05/01/2015 / 05/01/2015 - 06/01/2015 / 06/01/2015 - 07/01/2015 / 07/01/2015 - 08/01/2015 / 08/01/2015 - 09/01/2015 / 09/01/2015 - 10/01/2015 / 10/01/2015 - 11/01/2015 / 11/01/2015 - 12/01/2015 / 12/01/2015 - 01/01/2016 / 01/01/2016 - 02/01/2016 / 02/01/2016 - 03/01/2016 / 03/01/2016 - 04/01/2016 / 04/01/2016 - 05/01/2016 / 05/01/2016 - 06/01/2016 / 06/01/2016 - 07/01/2016 / 07/01/2016 - 08/01/2016 / 08/01/2016 - 09/01/2016 / 09/01/2016 - 10/01/2016 / 10/01/2016 - 11/01/2016 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 /


Powered by Blogger